PUBLICIDADE
Topo

São Paulo reserva perde para o Botafogo-SP em jogo apático

Do UOL, em São Paulo

08/03/2020 18h02

Classificação e Jogos

O time reserva do São Paulo mostrou pouca inspiração e apatia na tarde de hoje. O resultado? Derrota para o Botafogo-SP por 1 a 0, pela nona rodada do Campeonato Paulista. Somente com o goleiro Volpi entre os titulares, a equipe de Fernando Diniz não engrenou e sofreu o castigo no segundo tempo: Didi, de cabeça, marcou o único gol do jogo.

Com o resultado, o Tricolor do Morumbi permanece com 15 pontos, na liderança do Grupo C do Paulistão. O time de Ribeirão Preto respira na tabela, vence a segunda e vai a oito pontos na segunda chave.

O São Paulo utilizou uma equipe de garotos porque tem confronto importante na próxima quarta-feira (11), pela Libertadores. O clube recebe a LDU no Morumbi, às 21h30, depois de perder na estreia da competição continental. O Tricolor de Ribeirão Preto visita o Oeste na sexta-feira (13), em jogo que abre a décima rodada do Estadual.

O melhor: Ronald dá trabalho pela direita

Se o São Paulo foi a campo com um time recheado de garotos, quem chamou a atenção foi o jovem jogador do rival. Ronald, 23, aberto pela direita, deu trabalho com dribles e velocidade e quase deixou o seu — Volpi espalmou o chute dentro da área. Acabou substituído já perto do final, demonstrando certo cansaço.

Pior, Toró não "para em pé"

Um dos principais nomes do time são-paulino hoje era Toró, muitas vezes acionado e participativo em jogos mais relevantes. Mas o ponta decepcionou: errou muitos domínios, caiu e foi presa fácil para os defensores. O atacante ficou em evidência pois o São Paulo focou suas ações no lado em que ele estava — já que o meia Everton atuou na lateral.

Apático, São Paulo erra muito

Somente com Volpi dos titulares, o Tricolor da capital apresentou dificuldade para criar jogadas, ainda que tivesse a bola na maioria do tempo. Os garotos, apostando principalmente na velocidade, abusaram dos erros técnicos: de passe, domínio e tomada de decisão. Quando conseguia chegar, o chute também foi problema em diversos momentos.

Botafogo segura garotos e cresce

Depois de começar o jogo recuado, o time do interior paulista passou a incomodar nos contra-ataques. Tanto é que, a partir últimos dez minutos do primeiro tempo, o Botafogo cresceu na partida, foi ao ataque e teve chances de balançar as redes. O cenário se repetiu na etapa final, e o time da casa chegou ao gol.

Cronologia do jogo

Em um primeiro tempo lento, a chance mais perigosa foi de Shaylon. O meia recebeu passe na intermediária aos 26 minutos, ajeitou para a direita e soltou uma bomba. A bola explodiu no travessão. Na etapa final, Didi subiu depois de cobrança de escanteio, cabeceou e abriu o placar aos 28 minutos. Ainda que fizesse uma partida ruim, Toró quase empatou nos acréscimos. O atacante bateu colocado, rasteiro, e viu Darley raspar na bola antes de ela tocar a trave.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 1 X 0 SÃO PAULO

Data: 08 de março de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (São Paulo)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Cartões amarelos: Caique Sá (Botafogo-SP); Toró (São Paulo)

Gol: Didi, aos 28 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO-SP
Darley; Caique Sá (Valdemir), Didi, Robson, Gilson; Victor Bolt, Naldo, Matheus Anjos (Luketa); Ronald (Gabriel Calabres), Rafinha e Wellington Tanque. Técnico: Claudinei Oliveira.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Diego Costa (Lucas Fasson), Luan, Anderson Martins, Everton (Welington); Liziero, Rodrigo Nestor, Shaylon; Fabinho (Trellez), Toró e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.