PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians só empata com o Novorizontino e segue na lanterna de seu grupo

Do UOL, em São Paulo (SP)

07/03/2020 20h53

Classificação e Jogos

O Corinthians apenas empatou com o Novorizontino hoje (7) por 1 a 1, no estádio Jorge Ismael De Biasi, pela nona rodada do Campeonato Paulista 2020. O resultado complica o time de Parque São Jorge na competição: com 10 pontos, o Alvinegro ficou a três do líder Guarani, no Grupo D, e a um ponto do Red Bull Bragantino, que ainda joga nesta rodada — contra a Ponte Preta, segunda-feira (9).

Além disso, o time segue na lanterna do Grupo D. Como a Ferroviária empatou com o Palmeiras pelo mesmo placar de 1 a 1, os dois times seguem empatados em todos os principais critérios. O desempate está nos cartões vermelhos. Corinthians e Ferroviária entraram na rodada empatados com dois cartões cada. Mas em Novo Horizonte, o enfermeiro Cléber Costa foi expulso no banco de reservas — a Ferroviária levou apenas dois cartões amarelos (o Corinthians saiu de campo com três amarelos).

O empate decretou também o quinto jogo do Corinthians consecutivo sem vitórias no Campeonato Paulista. A última vitória na competição ocorreu no clássico contra o Santos no início do mês passado, por 2 a 0, na Arena.

Diferentemente da maioria dos jogos do Timão sob o comando de Tiago Nunes, quando dominou o adversário e não conseguiu o resultado, hoje o Alvinegro sequer jogou bem. O Corinthians teve dificuldades para criar jogadas e, inclusive, não demonstrou o "jogo vertical" e intensidade que são prioridades no trabalho de seu treinador. Cássio ainda salvou o Timão da derrota no finalzinho do jogo.

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Ituano no dia 15, na Arena de Itaquera, enquanto o Novorizontino enfrenta a Ferroviária, em Araraquara, um dia antes.

Quem foi bem: Cléo Silva arriscou mais que os outros

Em um jogo de poucos destaques individuais, o atacante Cléo Silva foi o melhor pois partiu para cima da marcação do Corinthians quando teve a oportunidade. Mas vale ressaltar que o atacante não brilhou no jogo, apenas mostrou um pouco mais que os seus concorrentes em campo.

Quem foi mal: Pedro Henrique abusa dos erros

Pedro Henrique - Thiago Calil/Agif - Thiago Calil/Agif
Imagem: Thiago Calil/Agif

O zagueiro Pedro Henrique não passa confiança e abusou de erros de passes em saída de bola hoje. Ele ainda fez lambança ao esbarrar com Cássio na área e, inclusive, levou uma bronca do goleiro. Pedro Henrique, ao lado de Carlos Augusto, também deixou o autor do gol do Novorizontino, Jenison, em posição legal para empatar no primeiro tempo. Pra finalizar mais uma atuação ruim, ele saiu com a bola para lateral, sozinho, após não saber o que fazer com a bola.

Novidades: Janderson e Everaldo decepcionam

Everaldo - Thiago Calil/Agif - Thiago Calil/Agif
Imagem: Thiago Calil/Agif

Os atacantes Janderson e Everaldo, novidades de Tiago Nunes na escalação do Corinthians, não realizaram nenhuma jogada individual. Quase não arriscaram o "um contra um" diante dos defensores e, quando arriscaram, não passaram do marcador. Os dois também pecam bastante nas finalizações, além de não criarem assistência para chutes a gol. Boselli, inclusive, buscou muita bola no meio-campo pois ninguém criava para o argentino.

Cronologia do jogo

O Corinthians não conseguiu dominar e sequer pressionar o adversário na partida. O time enfrentou sérias dificuldades de armação de jogadas e só conseguiu o gol em jogada de bola parada. Fagner cobrou falta na cabeça de Gil, que abriu o placar aos 19 minutos de jogo. Antes, Cássio fez "lambança" e quase marcou contra ao recuar errado em direção ao seu gol. Jogando mal, o Corinthians não demorou para sofrer o gol. Aos 23 minutos, após arremesso lateral cobrado na área, a defesa afastou, mas Carlos Augusto e Pedro Henrique não saíram em linha e deixaram Jenison em posição legal para chutar forte e empatar o jogo. O time de Tiago Nunes se mostrou irreconhecível na intensidade. Não houve a mesma "pegada" dos jogos anteriores e nem marcação alta. A equipe foi mais defensiva e sem nenhuma qualidade na frente. Não houve pressão do Corinthians, que ainda sofreu alguns sustos no jogo.

Ligação direta!

Tiago Nunes - Thiago Calil/Agif - Thiago Calil/Agif
Imagem: Thiago Calil/Agif

Sem Camacho e Lucas Piton, responsável por armar as jogadas do time desde o campo de defesa, o Corinthians abusou da "ligação direta", a maioria com o volante Gabriel, que buscava lançamentos, sem sucesso, para o campo de ataque. Foram três tentativas, no mínimo, que não resultaram em nada. Vale ressaltar que os zagueiros Pedro Henrique e Gil erraram bastante e abusaram dos recuos para o goleiro Cássio. Carlos Augusto não demonstrava qualidade e, quando a bola caia no pé de Gabriel, o lançamento direto para o ataque logo ocorria.

Estreia de Ederson e "volta" de Araos

Ederson - Thiago Calil;Agif - Thiago Calil;Agif
Imagem: Thiago Calil;Agif

Tiago Nunes promoveu a estreia do volante Ederson, ex-Cruzeiro. O volante entrou no lugar de Gabriel para melhorar a saída de bola do time, mas teve atuação discreta. Além de Ederson, o treinador ainda ressurgiu com Araos na segunda etapa. Ele colocou o chileno no lugar de Everaldo.

Piton "barrado" e de volta

No segundo tempo, com o Corinthians nada criativo, Tiago Nunes colocou Lucas Piton no lugar de Carlos Augusto, que ganhou a posição de titular de Piton na escalação inicial. Vale lembrar que o treinador ainda "barrou" Camacho do time titular para a entrada de Gabriel.

FICHA TÉCNICA
NOVORIZONTINO 1 X 1 CORINTHIANS

Data e horário: 7 de março de 2020, às 19h
Local: estádio Jorge Ismael de Biasi
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Público: 6.706 pessoas
Renda: R$ 275.220,00

Gols: Gil aos 19 minutos do primeiro tempo (Corinthians); Jenison aos 23 minutos do primeiro tempo (Novorizontino)

Cartões amarelos: Oliveira, Everton Sena, Paulinho, Jenison (Novorizontino); Gabriel, Luan, Tiago Nunes (Corinthians)

NOVORIZONTINO: Oliveira; Celsinho, Everton Sena, Bruno Aguiar e Adilson Goiano; Paulinho, Cléo Silva (Léo Santiago) e Léo Baiano (Vinícius Kiss); Jenison, Danielzinho e Felipe Marques (Capixaba)
Técnico: Roberto Fonseca.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Carlos Augusto (Lucas Piton); Gabriel (Éderson), Cantillo e Luan; Janderson, Everaldo (Araos) e Boselli
Técnico: Tiago Nunes

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o gol do Corinthians partiu de uma falta, não de um escanteio.

Futebol