PUBLICIDADE
Topo

'Acho um absurdo o Gerson não estar na seleção', diz Casagrande

Casagrande participa do Globo Esporte - Reprodução/TV Globo
Casagrande participa do Globo Esporte Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/03/2020 16h46

Walter Casagrande classificou como 'absurda' a ausência de Gerson, jogador do Flamengo, na convocação para os primeiros jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Avaliando, durante o Seleção SporTV de hoje, a lista de Tite, o comentarista rasgou elogios ao volante rubro-negro, que, na sua opinião, seria titular do Brasil.

Vale lembrar que, no início do ano, Gerson recusou o chamado da seleção sub-23 para a disputa do Pré-Olímpico. Na ocasião, o jogador, que estava de férias após disputa do Mundial de Clubes, alegou desgaste físico.

"Acho um absurdo o Gerson não estar na seleção. Faz muito tempo que eu não vejo um jogador com o potencial que ele tem. Quem dá dinâmica ao time do Flamengo é ele. Para mim, o Gerson é titular absoluto da seleção neste momento", disse o ex-jogador.

Na sequência, Casão defendeu que os jogadores, exceto Neymar e Alisson, devem ser convocados de acordo com o momento. Além disso, o comentarista questionou as presenças de Arthur, do Barcelona, e Phelippe Coutinho, do Bayern de Munique na lista de Tite.

"E outra coisa, muito se fala se convoca os melhores do momento ou se convoca porque o cara tem um passado. Na minha opinião, tem dois jogadores da seleção brasileira que não dependem de momento: o Neymar e o Alisson. Todos os outros, ninguém é super craque para não depender do momento. Os outros têm que ser convocados a partir do momento que estão", opinou o Casagrande.

"O Arthur, por exemplo, não está jogando bem. E o Arthur não é um jogador que você fala que independe do momento. Não, depende sim. Como depende do momento o Coutinho, que também não está bem. Se é por momento, é um absurdo o Gerson estar fora da seleção brasileira. Não faz sentido o Gerson estar fora da seleção brasileira", completou.

Para os jogos contra a Bolívia, dia 27 de março, e Peru, dia 31, Tite chamou três jogadores do Flamengo, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol.

UOL Esporte vê TV