PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Mauro Cezar: "Luxemburgo não consegue mudar Palmeiras com laços de Scolari"

Do UOL, em São Paulo

05/03/2020 11h25

Classificação e Jogos

O Palmeiras estreou na Copa Libertadores de 2020 com vitória importante fora de casa, por 2 a 0, sobre os argentinos do Tigre. Mas, segundo Mauro Cezar Pereira, ainda são necessários ajustes no jogo coletivo da equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo. O blogueiro do UOL Esporte deu seus pitacos no "Fala, Maurão", vídeo gravado todas as quintas-feiras após rodadas e publicados no Facebook, no Instagram e no Twitter do UOL Esporte. Para ele, o meio-campo é um problema a ser resolvido.

"Luxemburgo escalou um quarteto ofensivo e Dudu como uma espécie de armador, mas ele não é esse jogador. Não é um jogador de articulação, não funcionou isso, mas funcionou a linha ofensiva. Funcionou muito mais pela individualidade dos caras do que pelo jogo coletivo, que não foi bom, o coletivo do Palmeiras não foi bom. Pelo que foi apresentado contra o Tigre, acho que a tendência é um dos integrantes do quartetos saírem para dar vaga a um meio-campista. O meio-campo não tinha nada, nada. O que se via era muita ligação direta, bolas esticadas. Foram 43 lançamentos. Em 2018, com Scolari, no Brasileiro, foi 43 também", comparou Mauro.

Felipão deixou o Palmeiras em setembro do ano passado. Neste intervalo até os primeiros jogos de 2020 o clube ainda teve Mano Menezes no comando, mas ainda sofre com problemas semelhantes aos de 2019. O comentarista diz que a proposta de jogo palmeirense atrapalha a desenvoltura dos meio-campistas.

"É um time parecido com as características daquele time. Demonstrou dificuldade em por a bola no chão e fazer a jogada acontecer. Repare que Lucas Lima, Scarpa, Zé Rafael, Veiga, não se firmam, jogadores de meio sofrem, porque a bola para pouco ali. Não se firmam porque a proposta de jogo dos últimos treinadores foi de muita conexão defesa e ataque, sem circular no meio. E essa proposta de mudar esse estilo com Luxemburgo, não está acontecendo. E essa divisão com esses 4 atacantes. O resultado foi muito melhor do que o nível da atuação", declarou.

O blogueiro ainda comentou no "Fala, Maurão" sobre o Flamengo, que também venceu na estreia da Libertadores fora de casa, mas entrou na pilha do time colombiano. Veja a íntegra no vídeo acima.

Futebol