PUBLICIDADE
Topo

Jesus lembra desfalques e elogia atuação do Flamengo: 'Saio satisfeito'

Jogadores do Flamengo comemoram gol de Everton Ribeiro contra Junior Barranquilla - REUTERS/Luisa Gonzalez
Jogadores do Flamengo comemoram gol de Everton Ribeiro contra Junior Barranquilla Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

05/03/2020 01h06

O técnico Jorge Jesus comemorou a vitória do Flamengo sobre o Junior Barranquilla, da Colômbia, na estreia na Libertadores. O treinador até chegou a ponderar que o time rubro-negro "já fez jogos melhores", mas lembrou os desfalques que teve para este confronto e avaliou como 'quase perfeita' a atuação do setor defensivo.

O comandante não pôde contar com o lateral-direito Rafinha, com o zagueiro Rodrigo Caio e com o atacante Bruno Henrique, entregues ao departamento médico. Já o volante Willian Arão teve de cumprir suspensão após expulsão na final da Recopa Sul-Americana.

"Saio satisfeito com o resultado. Jogamos contra uma boa equipe, com dois centroavantes bons, que prendem a bola e podem fazer gol a qualquer momento. Defensivamente, fomos quase perfeitos. O Barranquilla não teve chance de gol, além do gol que marcou. O Flamengo teve três ou quatro e fez duas. Isso fez a diferença. Aqueles que têm a qualidade, geralmente não falham", disse o treinador, que completou:

"Fizemos um jogo bom. Já fizemos melhores, mas perdemos três jogadores que normalmente são titulares: Rafinha, Arão e Rodrigo Caio. Quem entrou manteve o nível da equipe. Vencer fora de casa é importante".

Jesus apontou ainda a importância de o Fla ter conquistado o triunfo fora de casa, salientando a qualidade dos adversários nesta fase de grupo da Libertadores. O Grupo A, além do Rubro-Negro e Baranquilla, conta ainda com Independiente del Valle e Barcelona de Guayaquil, ambos do Equador.

O treinador demonstrou esperança de poder contar com Bruno Henrique para o duelo com o Barcelona, quarta-feira, no Maracanã:

"O Junior é uma boa equipe, não é fácil ganhar aqui. Muito importante começar assim. A fase de grupos não é igual à eliminatória, mas temos um grupo forte. Foi importante termos vencido fora. As quatro equipes têm chance de classificação. Pensamos que até o próximo jogo, quarta, no Maracanã, alguns deles [jogadores que foram desfalque] teremos, principalmente o Bruno".