PUBLICIDADE
Topo

Santos

Rival do Santos na estreia da Libertadores traz boas recordações a Sánchez

Carlos Sánchez na época de River Plate - Charly Diaz Azcue/AFP
Carlos Sánchez na época de River Plate Imagem: Charly Diaz Azcue/AFP

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

03/03/2020 04h00

Uma das principais esperanças do Santos nesta Copa Libertadores da América, o meia Carlos Sánchez guarda boas lembranças do Defensa y Justicia, adversário do Peixe na estreia no torneio hoje (3), às 19h15, na Argentina.

Quando ainda atuava pelo River Plate, o uruguaio enfrentou o Defensa apenas uma vez e teve ótimo desempenho. O ex-clube de Sánchez venceu por 3 a 0, com direito a dois gols do atual camisa 7 santista.

Se o uruguaio repetir o desempenho na partida de hoje, ele entra de vez para a história do Santos. Atualmente com 24 gols marcados com a camisa santista, Sánchez está atrás apenas de Copete na lista dos maiores artilheiros estrangeiros da história do clube: 26 do colombiano contra 24 do camisa 7.

Diante dos argentinos, Sánchez deve ganhar a companhia de Evandro no meio-campo, dando mais criatividade ao setor. Jesualdo deve mandar a campo um time com três zagueiros, mudando a formação que vinha atuando: Lucas Veríssimo, Luan Peres e Luiz Felipe.

Outra novidade deve ser a estreia do lateral-direito Madson, que chegou no começo do ano em troca envolvendo o também lateral-direito Victor Ferraz. Ele fez um trabalho de condicionamento físico e perdeu o início da temporada.

FICHA TÉCNICA:
DEFENSA Y JUSTICIA x SANTOS

Data: 03/03/2020 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: estádio Norberto "Tito" Tomaghello, na Argentina
Árbitro: Gustavo Tejera (URU)

DEFENSA Y JUSTICIA: Unsain; Rodriguez, Martínez, Breitenbruch e Benítez; Acevedo, Cardozo e Mainero; Botta, Pizzini e Lucero. Técnico: Hernán Crespo

SANTOS: Everson; Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Luan Peres; Madson, Evandro, Sánchez e Pituca; Soteldo, Sasha e Yuri Alberto. Técnico: Jesualdo Ferreira.

Santos