PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

É Natal no Flamengo. Por que o aniversariante Zico ainda é Messias no clube

Zico ergue taça do Mundial conquistado pelo Flamengo  - Peter Robinson - PA Images via Getty Images
Zico ergue taça do Mundial conquistado pelo Flamengo Imagem: Peter Robinson - PA Images via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/03/2020 04h00

Se você ouvir um Feliz Natal hoje, não estranhe. O dia 25 de dezembro ainda não chegou, o calendário está correto ao mostrar 3 de março, data que tem um significado mais do que especial para o Flamengo. Afinal, é aniversário de Zico, maior ídolo da história do clube, que ano após ano é celebrado por rubro-negros em meio a trocas de "Feliz Natal".

A simbologia pelo nascimento do "Messias rubro-negro" não perderá peso em sua 67ª edição - a idade que Zico completa hoje - nem mesmo diante da fase iluminada do Flamengo. Afinal, a idolatria pelo Galinho de Quintino é justificada por fatos e razões, e não por puro saudosismo.

O título da Libertadores de 2019 pode até ter feito surgir novos ídolos do Flamengo, mas ainda não há Gabigol que se aproxime dos feitos de Zico com a camisa rubro-negra. Muito mais que os títulos de Mundial e da Libertadores de 1981, o ex-jogador construiu uma relação inoxidável com a torcida graças a gols, entrega e amor à camisa.

Para este ano, o Flamengo já anunciou a venda de um copo em homenagem ao aniversário de 67 anos de Zico. Nele, Zico aparece abraçado aos troféus da Libertadores e do Mundial de Clubes, com a data de seu nascimento, 3 de março de 1953, estampada. Mais homenagens ao longo do dia não faltarão.

Outro patamar

Não se trata de comparação, mas de uma constatação do próprio Gabigol após a vitória do Flamengo sobre a Cabofriense no último sábado. "Comparar com o Zico não tem condição nenhuma. O Zico está em outro patamar", disse, aos risos o atual artilheiro rubro-negro.

No ano passado, coube a Gabigol bater ou igualar marcas de Zico. Ao marcar 25 gols no Campeonato Brasileiro, superou os 21 de Zico nas edições de 1980 e 1982, tornando-se o recordista neste quesito. O atacante também marcou dois gols em uma decisão de Libertadores, assim como o Galinho contra o Cobreloa.

Mas uma lista de 10 fatos divulgada pelo próprio Flamengo no aniversário do ano passado mostra porque Zico continua insuperável como ídolo rubro-negro. Confira:

Flamengo