PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vinicius Jr bate recorde de Messi e Alisson toma 3 em rodada de brasileiros

Vinicius Júnior se tornou o mais jovem a marcar no clássico Real Madrid x Barcelona - Arte/UOL
Vinicius Júnior se tornou o mais jovem a marcar no clássico Real Madrid x Barcelona Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

02/03/2020 04h00

O fim de semana foi especial para o atacante Vinicius Júnior, que se tornou o atleta mais jovem a marcar em um Real Madrid x Barcelona no século 21. O gol da vitória merengue por 2 a 0 fez o brasileiro de 19 anos superar o recorde anterior de Lionel Messi - que teve atuação ofuscada por outro brasileiro (veja abaixo).

Vinicius Júnior ainda homenageou um ídolo ao celebrar seu feito imitando a comemoração tradicional de Cristiano Ronaldo, que marcou época no Madrid e estava no estádio assistindo à partida.

Mas se a rodada foi inesquecível para ele, o mesmo não se pode dizer do goleiro titular da seleção, Alisson Becker. Em um jogo em que o Liverpool estava irreconhecível, o gaúcho tomou três gols, e seu time foi derrotado pelo Watford, quebrando uma longa sequência de invencibilidade.

Veja como foi o desempenho de alguns brasileiros no futebol europeu.

Vinicius Júnior

vini jr - Juan Medina/Reuters - Juan Medina/Reuters
Imagem: Juan Medina/Reuters

O gol de Vinicius Júnior ajudou a abrir caminho para a vitória que levou o Real Madrid à liderança do Espanhol, desbancando os arquirrivais. De quebra, ainda fez o brasileiro superar o recorde de atleta mais jovem a já marcar no maior clássico espanhol no século 21. Com 19 anos, sete meses e 19 dias, Vinicius superou Messi, que havia marcado pela primeira vez em 2007 com 19 anos, oito meses e 17 dias.

Casemiro

Casemiro - Juan Medina/Reuters - Juan Medina/Reuters
Imagem: Juan Medina/Reuters

Se Lionel Messi não foi visto em campo durante os 90 minutos do clássico, seu sumiço tem uma explicação: Casemiro. Dizem que o argentino passou a maior parte do tempo no bolso do brasileiro. A verdade é que o volante fez mais uma partida inesquecível e anulou um dos melhores jogadores da história do futebol, sem tirar o sorriso do rosto. Classe.

Alisson

Alisson - David Klein/Reuters - David Klein/Reuters
Imagem: David Klein/Reuters

Até o melhor goleiro do mundo tem seus dias ruins, como prova a partida do Liverpool contra o Watford. Inseguro, Alisson vacilou em decisões de saída de bola e acabou sendo vazado três vezes. É verdade que o Liverpool como um todo esteve longe das atuações que o levaram ao título europeu e mundial, mas a atuação do goleiro brasileiro ajuda a explicar o placar de 3 a 0 contra um time que estava na zona do rebaixamento do Inglês.

Philippe Coutinho

Philippe Coutinho - Kai Pfaffenbach/Reuters - Kai Pfaffenbach/Reuters
Imagem: Kai Pfaffenbach/Reuters

O meia-atacante marcou duas vezes na goleada do Bayern sobre o Hoffenheim (6 a 0) no sábado. Apesar da boa atuação dos bávaros, a partida ficou marcada pelo comportamento controverso da torcida visitante, que proferiu insultos ao principal investidor do Hoffenheim. As ofensas foram tão pesadas que o jogo foi interrompido durante 20 minuto até que o protesto cessasse.

Arthur

Arthur - Joan Monfort/AP - Joan Monfort/AP
Imagem: Joan Monfort/AP

O volante fez boa partida contra o Real Madrid, apesar de não ter conseguido evitar a derrota do Barcelona no clássico. No setor ofensivo, ganhou na velocidade de Kroos, mas parou nas pernas de Courtois. Por pouco não marca o seu gol.

Marquinhos

Marquinhos - Franck Fife / AFP - Franck Fife / AFP
Imagem: Franck Fife / AFP

O zagueiro da seleção foi uma presença segura no setor defensivo do PSG, que não foi superado pelo Dijon, no sábado. Os 4 a 0 da equipe de Paris também tiveram a contribuição ofensiva de Marquinhos, que deu a assistência para o primeiro gol do jogo.

João Pedro

João Pedro - Marco Bertorello/AFP - Marco Bertorello/AFP
Imagem: Marco Bertorello/AFP

O meia do Cagliari talvez não seja muito conhecido no Brasil, mas tem construído seu nome no futebol italiano. Ele marcou duas vezes e foi o melhor em campo na partida contra a Roma, mas mesmo essa boa atuação não foi suficiente para evitar a derrota do seu time.

Gabriel

Gabriel - Ciro De Luca/Reuters - Ciro De Luca/Reuters
Imagem: Ciro De Luca/Reuters

Alisson não foi o único goleiro brasileiro a preferir esquecer a rodada do fim de semana. Gabriel, goleiro do Lecce e medalhista de prata com a seleção brasileira em Londres-2012, pegou sete gols na goleada (7 a 2) que seu time sofreu para o Atalanta. Que se recupere bem.

Danilo

Danilo - Carlo Hermann / AFP - Carlo Hermann / AFP
Imagem: Carlo Hermann / AFP

O zagueiro com passagem pelo Palmeiras esteve perdido na defesa do Bologna. Danilo não conseguiu parar os atacantes da Lazio, levou cartão amarelo e acabou substituído no meio do segundo tempo para evitar um estrago maior. Mesmo assim o Bologna perdeu para Lazio por 2 a 0.

Futebol