PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2020


Santos x Palmeiras testa histórias vencedoras de Luxemburgo e Jesualdo

Jesualdo Ferreira, do Santos, e Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, se enfrentam em clássico - Ivan Storti/Santos FC e Bruno Ulivieri/AGIF
Jesualdo Ferreira, do Santos, e Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, se enfrentam em clássico Imagem: Ivan Storti/Santos FC e Bruno Ulivieri/AGIF

Danilo Lavieri e Eder Traskini

Do UOL, em São Paulo e Santos

29/02/2020 04h00

Classificação e Jogos

O jogo de hoje (29) entre Santos e Palmeiras, às 16h, coloca frente a frente dois dos mais vitoriosos técnicos da Série A do país. Jesualdo Ferreira e Vanderlei Luxemburgo estão ao lado de Jorge Jesus como os que mais venceram títulos de grande porte ao longo da carreira, mas vivem momentos distintos nos seus clubes.

Luxemburgo conquistou uma Copa América com a seleção brasileira, foi pentacampeão brasileiro e venceu uma Copa do Brasil. Já Jesualdo foi tricampeão português, venceu duas vezes a Taça de Portugal e uma vez a Supertaça de Portugal. Além disso, foi campeão nacional no Egito e no Catar.

Com a sombra de Jorge Sampaoli ainda pairando, Jesualdo não escapa das comparações com o argentino que levou o Peixe ao vice-campeonato brasileiro do ano passado. O estilo diferente, com linhas mais baixas e defesa mais bem postada, rende críticas ao português.

Após cinco jogos apresentando certa evolução, o Peixe vem de suas duas piores atuações na temporada: empate sem gols com a Ferroviária e na derrota para o Ituano por 2 a 0. Mais uma atuação desastrosa pode fazer a passagem de Jesualdo pela Vila Belmiro chegar ao fim.

Jesualdo já era sonho antigo do Peixe e o clube apostou no sucesso do treinador que é visto como referência para nomes consagrados como José Mourinho, hoje no Tottenham (ING), e Jorge Jesus, do Flamengo. O presidente José Carlos Peres quer dar tempo ao treinador, mas já admite que a situação fica difícil de controlar quando a bola não entra.

Vanderlei Luxemburgo chegou ao Palmeiras por conta de seu histórico vencedor. Depois das negociações fracassadas com Jorge Sampaoli, a estratégia foi buscar um nome que trouxesse boas recordações e fosse forte o suficiente para comandar um vestiário.

O treinador chegou com a missão de dar mais espaço para a base e tentar fazer um time que jogue de acordo com o segundo maior orçamento do país. A primeira ação mais contundente foi colocar Felipe Melo na zaga, mas o esquema tático ainda é parecido com o que vinha sendo praticado até a sua chegada, com dois pontas e uma referência. O mistério fica por conta da entrada ou não de Rony, regularizado ontem (28) e com um treino como titular.

Com a chance de virar o melhor time do Estadual se vencer, a equipe ainda não emplacou uma sequência de jogos que empolgou a sua torcida, especialmente pelo nível dos adversários. Até aqui, contra os dois times da Série A que já enfrentou em 2020, o Alviverde tem um empate sem gols com o São Paulo e uma derrota para o Red Bull Bragantino. Ainda assim, a situação do treinador é bem mais confortável em relação a de Jesualdo, que enfrenta dificuldades até mesmo contra as equipes pequenas.

O jogo ainda serve como o último teste para os dois técnicos da estreia na Libertadores. Santos e Palmeiras viajam para a Argentina para a primeira partida pelo torneio continental: o Peixe enfrenta o Defensa y Justicia, terça-feira (3), enquanto o time de Luxemburgo duela com o Tigre, na quarta (4).

FICHA TÉCNICA:
SANTOS x PALMEIRAS

Data: 29/02/2020 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Daniel Paulo Ziolli

SANTOS: Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Pituca e Sánchez; Soteldo, Raniel e Sasha. Técnico: Jesualdo Ferreira.

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Matias Viña; Bruno Henrique, Zé Rafael e Raphael Veiga; Dudu, Rony (Willian) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.