PUBLICIDADE
Topo

Gol e atuação de Marcos Paulo podem gerar nova opção para ataque do Flu

Marcos Paulo marcou o primeiro gol pelo Fluminense em 2020, contra o Moto Club, pela Copa do Brasil - Mailson Santana/Fluminense FC
Marcos Paulo marcou o primeiro gol pelo Fluminense em 2020, contra o Moto Club, pela Copa do Brasil Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

29/02/2020 04h00

Entre mudanças e testes em busca do que considera o time ideal do Fluminense para o restante da temporada, o técnico Odair Hellmann pode ter uma briga entre duas crias da categoria de base pela função de "camisa 9".

Marcos Paulo, que foi reserva na partida contra o Moto Club, pela primeira fase da Copa do Brasil, entrou e marcou o primeiro gol na temporada, ajudando na vitória por 4 a 2. A questão é que, neste duelo, ele acabou tendo uma função um pouco mais central no setor ofensivo, diferentemente da forma que Odair o vinha escalando em 2020.

Nas três vezes em que foi titular até aqui — a estreia no ano foi no primeiro jogo contra o Unión La Calera, do Chile, na Copa Sul-Americana, após se recuperar de lesão —, Marcos Paulo atuou pela ponta, tendo o companheiro Evanilson como o jogador de referência à frente.

Paralelamente a isso, Evanilson teve uma queda de rendimento e teve atuações discretas nos últimos jogos, como contra o Unión La Calera e Moto Club.

O que pode criar dúvida na cabeça de Odair é que Marcos Paulo atuava como centroavante nas categorias inferiores e teve maior destaque no profissional nesta função. Na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado, ao lado de Yony González — hoje no Corinthians por empréstimo do Benfica, de Portugal — fez gols importantes na luta do Fluminense contra o rebaixamento.

"Temos 40 dias de trabalho, dez jogos, se não me engano. Se pegarmos com todos os jogadores à disposição, temos quatro ou cinco [jogos]. Foi a partir do segundo tempo contra o La Calera. O que isso quer dizer? Estamos buscando um conhecimento também de entrosamento. Eu disse nas entrevistas iniciais, quando estávamos ganhando todos os jogos, que iríamos ter dificuldade, porque é um processo de construção e de conhecimento também dentro de campo", disse Odair Hellmann, após triunfo sobre o Moto Club, na última quarta-feira (26).

Para o setor ofensivo, o comandante tricolor ainda tem como opções o uruguaio Michel Araújo, o peruano Fernando Pacheco, Wellington Silva, Pablo Dyego, Felippe Cardoso, Matheus Alessandro, Caio Paulista, Lucas Barcelos e Matheus Pato.

Espera por Fred

O Fluminense ainda vive a expectativa de contar com Fred, atacante que marcou época nas Laranjeiras. Recentemente, o jogador obteve uma rescisão contratual com o Cruzeiro, mas a diretoria do Tricolor se mostra cautelosa e aguarda uma audiência conciliatória entre Fred e o clube mineiro para poder avançar nas conversas e concretizar um acerto.

Fluminense