PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Desejo antigo e pedido de T. Nunes. Por que Corinthians contratou Ederson

Corinthians anunciou volante Ederson como novo reforço na última sexta-feira (21) - Reprodução/Twitter
Corinthians anunciou volante Ederson como novo reforço na última sexta-feira (21) Imagem: Reprodução/Twitter

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/02/2020 12h00

O Corinthians fechou com o volante Ederson na última sexta-feira (21) no mercado da bola. O clube paulista insistiu na contratação do ex-atleta do Cruzeiro, que assinou contrato por cinco temporadas. Segundo apurou o UOL Esporte, o jogador foi contratado por conta de um pedido do técnico Tiago Nunes.

Além disso, Ederson já era monitorado pelo Corinthians desde as categorias de base. O atleta foi formado no Deportivo Brasil e também no Cruzeiro. Tiago Nunes, assim como o clube paulista, monitorava o jogador desde que trabalhava no Athletico-PR.

Ederson chega com a missão de ser o substituto imediato da dupla de volante de titular de Tiago Nunes. Hoje o treinador está bastante satisfeito com Camacho e Cantillo, mas não tem nenhum reserva com as mesmas características da dupla.

Richard e Gabriel são marcadores de origem, mas apresentam dificuldade quando o assunto é iniciar a armação das jogadas. Richard, por exemplo, foi um dos responsáveis pela derrota do Timão contra a Ponte Preta após errar passe na saída de bola.

Ederson, por sua vez, agrada a Tiago Nunes por conta de ser um meio-campista de "passe vertical", uma das grandes preferências do treinador. Além disso, o jovem volante atua como primeiro ou segundo volante e já fez a função até meia-armador avançado no Cruzeiro.

Apesar da pouca idade, Éderson foi um dos destaques do Cruzeiro na péssima campanha do Brasileirão passado, ganhando espaço no meio-campo, após as saídas de Lucas Silva e Romero, além de desbancar jogadores tarimbados como Ariel Cabral e Jadson. Com 22 partidas e dois gols marcados, ele virou uma das peças centrais do meio-campo ao lado de Henrique.

Aliás, o volante marcou gol no Corinthians, com direito a drible no goleiro Walter, na vitória do Cruzeiro por 2 a 1, na Arena de Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado.

Ederson estava livre no mercado após rescindir contrato com o Cruzeiro na semana passada. No início deste ano, o volante entrou com uma ação contra o clube mineiro na Justiça. Ele cobrava salários atrasados, além de outras pendências como direito de imagem, 13º, férias e FGTS. Para ficar livre, o atleta topou tirar a ação contra o clube em troca da liberação do contrato.

Corinthians agora detém 70% dos direitos econômicos de Ederson, enquanto os 30% restantes ficam com o próprio jogador. O UOL Esporte já havia revelado que o Corinthians esperava pagar, no máximo, R$ 400 mil mensais pelo atleta, somando salário e premiação. Ederson é o sexto reforço do clube paulista em 2020. Antes do ex-volante do Cruzeiro, o Alvinegro fechou com Luan, Sidcley, Cantillo, Davó e Yony González.

Futebol