PUBLICIDADE
Topo

Nino ressalta importância da Copa do Brasil para o Flu: "Final para nós"

Fluminense de Nino trata a Copa do Brasil como prioridade em 2020 - Mailson Santana/Fluminense FC
Fluminense de Nino trata a Copa do Brasil como prioridade em 2020 Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/02/2020 16h11

Classificação e Jogos

Um dos poucos destaques do Fluminense em 2019, o zagueiro Nino ainda não atuou pelo Tricolor na temporada. Testado na equipe titular, o jovem de 22 anos tende a começar jogando ao lado de Digão contra o Moto Club (MA), pela Copa do Brasil, na quarta-feira (26), às 21h30, no Castelão, e sabe da importância do compromisso: após a vexatória eliminação na Copa Sul-Americana, o mata-mata nacional virou prioridade nas Laranjeiras.

"A Copa do Brasil já era de muita importância pelo grande campeonato que é. Essa eliminação precoce na Sul-Americana deixa todo mundo triste e um pouco decepcionado, mas nosso papel é virar a chave. Sabemos que tem muita coisa para acontecer durante o ano e temos condições de transformar esse início de ano ruim em um ano espetacular. Vamos com foco total na Copa do Brasil. Já é uma final para nós e está todo mundo concentrado para fazer um grande resultado lá", opinou o defensor.

Após iniciar a temporada à disposição da seleção sub-23 de André Jardine que disputou o Pré-Olímpico, o jogador enfim fará sua estreia pelo Flu em 2020. E mesmo com as eliminações e o começo irregular da equipe de Odair Hellmann, Nino evitou críticas ao planejamento tricolor, que o fez ficar de fora, por exemplo, do jogo de volta contra o Unión La Calera, do Chile, na eliminação da equipe na Sul-Americana.

"Me apresentei dia 3 na Seleção enquanto estava todo mundo de férias. Não foi um pedido meu (folgas), foi uma escolha do clube, porque eu vinha de 40 dias intensos de competição e desgaste. Achamos melhor isso para não ter risco de alguma lesão ou de algum problema que pudesse me tirar mais tempo. Não perdemos a classificação porque eu estava fora, até porque fizemos um bom jogo lá. Triste estou, como todos estão, pela desclassificação. Mas temos que entender que a vida vai seguir daqui para frente e temos a oportunidade de fazer algo diferente já esta semana", afirmou.

Odair foi bastante elogiado pelo jovem, que se colocou à disposição para ajudá-lo na montagem da equipe.

"O professor Odair é um cara muito inteligente, tem passado bem as ideias dele. Gostei muito de conhecê-lo. É um cara que eu já admirava pelo trabalho que fez ao Inter. Ele se esforça muito para deixar claro tudo o que ele pensa para o jogo. Que dá bastante ênfase na parte defensiva, que tem boas ideias de construção de jogo. Tem acrescentado muito ao meu futebol e estou muito feliz de trabalhar com ele porque sei que vou aprender muito durante esse ano. Estou à disposição dele, como todos estão, e vamos esperar para ver como ele vai montar o time para quarta-feira", afirmou.

Fluminense