PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte testa a grama sintética do Allianz Parque; veja impressões

José Edgar de Matos/UOL Esporte
Imagem: José Edgar de Matos/UOL Esporte

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Três repórteres do UOL Esporte testaram a grama sintética do Allianz Parque na última sexta-feira (21).
  • A reportagem traz a própria impressão do novo piso artificial da arena, já aprovado pelos jogadores do Palmeiras.
  • A imprensa foi convidada pelas diretorias do Palmeiras e da WTorre para conhecer na prática o gramado sintético da arena.
  • O Palmeiras atuou diante de Mirassol e Guarani com o novo piso e obteve duas vitórias.

Foram dois jogos do Palmeiras no Allianz Parque com a grama artificial, e o time aprovou a nova experiência. Entretanto, o clube ainda está em uma campanha para convencimento de que o novo gramado é o ideal para o estádio.

Tendo isso em pauta, a diretoria palmeirense convidou profissionais de mídia para testar o piso artificial na última sexta-feira (21), um dia depois da vitória por 1 a 0 sobre o Guarani, pelo Campeonato Paulista.

O UOL Esporte esteve representando pelos repórteres José Edgar de Matos, Danilo Lavieri e Leandro Miranda, todos setoristas ou ex-setoristas do Palmeiras. Eles tiveram a oportunidade de jogar no gramado sintético, que, no mundo dos boleiros, ainda divide opiniões.

Longe do condicionamento físico —e, principalmente, técnico— de Dudu, Bruno Henrique, Felipe Melo, Weverton e companhia, os jornalistas bateram bola por 80 minutos (de tempo do jogo como um todo, não da atuação de cada um).

Neste ano, o Allianz Parque foi palco de duas vitórias da equipe de Vanderlei Luxemburgo (Mirassol e Guarani) neste Campeonato Paulista.

Segue abaixo, a impressão do UOL Esporte sobre o piso sintético da arena palmeirense.

José Edgar de Matos, repórter do UOL Esporte

"Como uma pessoa que está mal acostumada a jogar em um campo deste tamanho, senti um pouco da diferença entre o piso natural e o sintético, especialmente na questão da velocidade da bola. A promessa de Palmeiras, WTorre e Soccer Grass era de a grama seguir com o mesmo padrão de qualidade durante toda uma partida. Realmente foi o que encontramos depois de 80min de 'pelada" na última sexta-feira"

Leandro Miranda, repórter do UOL Esporte

"Não sentir praticamente diferença nenhuma entre a grama natural e a sintética. Você mal sente o impacto, parece natural mesmo, ainda mais com a garoinha que tivemos, parecia natural. A aderência foi melhor do que uma grama simples de society, a bola cola perfeitamente, não tem desnível, nada, praticamente a mesma coisa da grama natural. O que pode ser negativo é que ralei a coxa, mas jogador usa bermuda térmica e isso minimiza. Correr é igual na grama natural"

Danilo Lavieri, repórter do UOL Esporte

"Particularmente, já havia jogado na grama natural do Allianz Parque e te digo que é melhor a grama artificial. O quique da bola é igual ao da natural, o que era uma dúvida que tinha. Em relação às borrachinhas, que era outra dúvida que tinha, zero na chuteira após o jogo. Não tive nenhum problema, achei maravilhosa a grama artificial, ainda mais complementando com os dois gols que fiz."

Palmeiras