PUBLICIDADE
Topo

Caxias surpreende o Grêmio e conquista primeiro turno do Campeonato Gaúcho

Diego Souza disputa bola em jogo do Grêmio contra o Caxias do Sul  -  Pedro H. Tesch/AGIF
Diego Souza disputa bola em jogo do Grêmio contra o Caxias do Sul Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2020 18h25

Classificação e Jogos

O Caxias venceu o Grêmio por 1 a 0, hoje (22), e conquistou o primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Com gol de Diogo Oliveira, o time da serra foi impecável na marcação e está na final absoluta do torneio.

Depois de mostrar capacidade defensiva ímpar, o Caxias utilizou a bola parada para marcar. Com o título da taça Coronel Ewaldo Poeta, o Grená evita um clássico Gre-Nal na final do Gauchão, colocando pressão em ambos para o returno.

O segundo turno, que definirá o adversário na decisão caso o Caxias não conquiste a taça novamente, começa já no próximo final de semana. O Grêmio encara o Juventude e o Caxias terá pela frente o Internacional.

Foram bem: Pitol e Vanderlei param ataques

Os goleiros de Grêmio e Caxias brilharam em campo. Quando exigidos, em lances de grande dificuldade, tanto Marcelo Pitol quanto Vanderlei fizeram boas defesas. No gol do Caxias, a bola desviou e venceu Vanderlei, que ainda antes do fim do jogo fez outras ótimas defesas.

Foi mal: Diego Souza perde chance

Diego Souza tinha três gols em três jogos pelo Grêmio. Neste sábado, porém, perdeu a primeira chance do jogo cara a cara com o goleiro Marcelo Pitol

Capitão do Grêmio completa 200 jogos

Maicon completou 200 jogos pelo Grêmio. Capitão do time na série de conquistas recentes, o jogador foi muito acionado em campo. Além de participar da marcação e da organização do time, ainda ganhou responsabilidades de criação e chegou a perder a paciência com companheiros durante o jogo.

O jogo do Caxias: Cuidado defensivo, mas não só isso

O Caxias foi um time cauteloso. Mas isso não quer dizer uma retranca ou mesmo abrir mão de jogar futebol. Em casa, o time de Rafael Lacerda propôs nos primeiros minutos, mas foi empurrado para trás aos poucos e tratou de se fechar. Com os atacantes de lado, Tilica e Potiguar, recuando para marcar Cortez e Victor Ferraz, a equipe se posicionou efetivamente para evitar os movimentos gremistas, e teve sucesso por boa parte da partida. Ofensivamente, já na etapa final, foi Tilica quem teve a principal chance do time da casa, mas Vanderlei pegou. Em seguida, Diogo Oliveira conseguiu vencer o goleiro gremista e marcou.

O jogo do Grêmio: Everton tenta, mas time acaba preso

Everton foi a principal arma gremista. As corridas e os dribles do Cebolinha provocaram os principais momentos de instabilidade para a defesa do Caxias. Com três jogadores de marcação no meio, porém, o time de Renato Gaúcho acabou muito dependente dos passes de Maicon. Preso, a principal chance do primeiro tempo veio com Diego Souza, após linda jogada de Alisson. O atacante bateu forte, mas parou em Pitol. No segundo tempo, o Grêmio teve posse de bola, frequentou o campo ofensivo, mas criou bem pouco. Thiago Neves entrou com objetivo de mudar o cenário do jogo, que se mostrou complicado sempre.

Torcedor entra atrasado e reclama

Os torcedores do Grêmio tiveram espaço ampliado, e esgotaram os ingressos para a final do turno no estádio Centenário. Porém, reclamaram dos acessos. Muitos acabaram demorando para entrar no estádio pelo número reduzido de portões e perderam boa parte do primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA
CAXIAS 1 X 0 GRÊMIO

Data: 22/02/2020 (Sábado)
Local: estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e Luiza Reis
VAR: Igor Junio Benevenuto
Cartões amarelos: Gilmar, Juliano, Bruno Ré, Carlos Alberto (CAX); Lucas Silva, Paulo Miranda, David Braz (GRE);
Gols: Diogo Oliveira, do Caxias, aos 33 minutos do segundo tempo;

CAXIAS
Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano e Carlos Alberto; Tilica, Diogo Oliveira (Vinícius Baiano) e Juninho Potiguar (Bruninho); Gilmar (Yuri).
Técnico: Rafael Lacerda

GRÊMIO
Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Cortez (Caio Henrique); Lucas Silva (Thiago Neves), Maicon (Luciano), Matheus Henrique, Alisson e Everton; Diego Souza.
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol