PUBLICIDADE
Topo

Suspensão de Gabigol abre espaço para Pedro em final do Flamengo na Recopa

Atacante Pedro celebra gol marcado pelo Flamengo. Jogador deve iniciar final em Quito - Alexandre Vidal/Flamengo
Atacante Pedro celebra gol marcado pelo Flamengo. Jogador deve iniciar final em Quito Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/02/2020 04h00

Classificação e Jogos

Contratação das mais badaladas do Rubro-Negro no último mercado da bola, o atacante Pedro está sendo preparado para estrear como titular do Flamengo. Com a suspensão de Gabigol, o camisa 21 deverá ser o titular no jogo de amanhã (19) contra o Independiente del Valle (EQU), às 22h30 (de Brasília), pela Recopa Sul-Americana.

Expulso do jogo contra o River Plate, confronto que deu ao Fla o título da Libertadores, o artilheiro sequer seguiu com a delegação que viajou de Brasília para Quito. Sem o goleador, o ex-jogador do Fluminense surge como a alternativa número 1 de Jorge Jesus, que não pretende alterações drásticas no estilo do time que encara os equatorianos.

Caso sua escalação seja confirmada, Pedro fará sua estreia entre os 11 que iniciam uma partida justamente em um confronto decisivo. Apesar do início animador, com dois gols em 36 minutos jogados, ele tem sido opção para o português. O outro cenário provável seria a escalação de Michael.

"Como o Mister disse, não adianta ter dinheiro e jogadores qualificados se não souber potencializá-los. Mesmo em clubes fora do país, acontece bastante isso. Acho que o Jesus tem feito um trabalho maravilhoso", afirmou Gabigol.

Pedro é desejo antigo do português, que sempre pediu aos diretores a contratação de um "avançado". Em um elenco recheado de opções, a vida dos que chegaram depois da vitoriosa temporada de 2019 tem sido um pouco mais difícil no início dos trabalhos.

"Não é fácil entrar neste time. Não só pela qualidade, mas estes jogadores que jogam têm oito meses comigo. Trabalhamos não só a técnica, mas componentes táticos e movimentações que são importantes", justificou o treinador.

Após levantar o troféu da Supercopa, a delegação do Flamengo já está no Equador. O Rubro-Negro mira uma outra conquista inédita diante dos campeões da Copa Sul-Americana e a tendência é que a única mexida seja mesmo a entrada de Pedro.

Imbróglio com o Flu
Pedro teve boa passagem no Fluminense - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Pedro teve boa passagem no Fluminense
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Pedro entrou com ação contra o Tricolor cobrando pouco mais de R$ 2,2 milhões (13º salário proporcional de 2019, férias dos últimos dois anos, FGTS não recolhido e outras verbas rescisórias). Outros pontos da peça judicial são polêmicos, como o pedido de exclusão do clube do Ato Trabalhista e a cobrança pela lesão sofrida pelo jogador em 2018.

O atleta e seus advogados alegam que a contusão foi um acidente de trabalho e que o clube não contratou um seguro obrigatório. Uma audiência de conciliação está marcada para 24 de março. Na ação, Pedro pediu o pagamento imediato de verbas indenizatórias e parcelas do FGTS, o que não foi acolhido pelo juiz Marco Antônio Belchior da Silveira. O magistrado preferiu esperar a defesa do Flu.

Flamengo