PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Por que Tiago Nunes mira Pedrinho e 'dois reforços' em semana livre

Pedrinho, que comemora gol marcado pelo Corinthians, precisa de adaptação ao sistema de jogo de Tiago Nunes -  Daniel Vorley/AGIF
Pedrinho, que comemora gol marcado pelo Corinthians, precisa de adaptação ao sistema de jogo de Tiago Nunes Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/02/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Corinthians inicia semanas livres de trabalho após a eliminação precoce na Copa Libertadores da América 2020. As atividades começam hoje (18), no CT Joaquim Grava, já que o treinador concedeu dois dias de folga ao elenco após o empate sem gols contra o São Paulo, no Morumbi, no último sábado, pela sexta rodada do Campeonato Paulista 2020.

O técnico Tiago Nunes deve priorizar três objetivos na primeira semana: trabalhar o físico e tático dos atletas e, principalmente, adaptação de alguns jogadores ao seu estilo de jogo: Yony González, Pedrinho e Ângelo Araos, além do aprimoramento físico de Sidcley.

Yony González agradou bastante a comissão técnica no clássico. Tiago Nunes e companhia avaliaram que o colombiano ajudou bastante, inclusive, na bola área e marcação. Agora o treinador pretende trabalhar a jogada de profundidade e finalização, além do entrosamento com o restante dos atletas.

"O Yony tem alguns atributos que nos chamam muito a atenção. É um jogador que tem muita força física e de velocidade. Ele recebe bola no pé e também ganha a bola longa. No clássico, teríamos que ter um embate físico com a linha do São Paulo. A presença dele foi por isso. Para sustentar a bola, ter a velocidade de ataque. Ele tentou mais do que a metade do jogo. Temos a ideia de seguir na equipe principal, vai disputar posição com os demais. Esperamos que continue nesse processo", afirmou Tiago Nunes.

Pedrinho, por sua vez, precisa entender a "filosofia" de trabalho de Tiago Nunes, que não esconde isso em entrevistas coletivas. O jogo contra o Guaraní, quando o camisa 10 foi expulso aos 28 minutos de jogo, e a reserva contra o São Paulo, mostraram que a adaptação ainda é necessária, na visão da comissão técnica.

Ângelo Araos é outro que Tiago Nunes pretende definir o futuro. O treinador acredita que precisa de mais tempo de trabalho para entender em que setor do campo pode utilizar o chileno.

Já Sidcley se "encaixa" com o trabalho físico que será aperfeiçoado com as semanas livres. O jogador já readquiriu o peso ideal, segundo apurou o UOL Esporte com profissionais do departamento de futebol, mas precisa melhorar e muito o ritmo de jogo.

Além disso, Tiago Nunes foca em variações táticas para a sequência da temporada. Nos dois últimos jogos (Guaraní e São Paulo), o treinador escalou o time com duas linhas e a dupla de centroavantes Vagner Love e Mauro Boselli.

Entretanto, Tiago Nunes pretende testar o time com dois atacantes abertos e um meia centralizado. No Corinthians, ele já testou diversas formações táticas. Além do 4-4-2, o time já atuou no 4-1-4-1, com variações para o 4-3-3 e 4-2-3-1.

Futebol