PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Neto "sereno" grava para SporTV e brinca: "se quiserem me levar para Globo"

Neto participa do Seleção SporTV - Reprodução/SporTV
Neto participa do Seleção SporTV Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 14h10

Apresentador da TV Bandeirantes, Neto gravou uma mensagem para o programa Seleção SporTV de hoje na condição de ídolo do Corinthians e agitou a web ao brincar no final de sua participação com uma espécie de "me leva para a Globo".

"Estou na Band, mas se quiserem me levar para a Globo, só vocês avisarem que a gente pode conversar", disse, causando risos entre os participantes e uma resposta bem humorada do apresentador André Rizek: "não temos cachê, Netão".

No Twitter, muitos internautas comentaram a brincadeira de Neto, mas também estranharam a serenidade do ex-jogador no comentário. Normalmente exaltado quando fala de seu clube do coração no programa os Donos da Bola, ele analisou o atual momento com a voz em um mesmo tom, sempre calmo.

No comentário, Neto falou sobre o momento do clube, Outros jogadores históricos como Vampeta também gravaram participação.

Veja o mensagem de Neto na integra ao SporTV:

"O Corinthians de 2012, campeão da Libertadores, campeão do mundo, depois foi campeão brasileiro... O Corinthians não aproveitou esse momento maravilhoso para ganhar dinheiro, para desenvolver o departamento amador, para fazer sub-23, sub-20... Não tem absolutamente nada. E o pior, do presidente tampão, que era o Andrés, que era para ter se tornado o maior presidente da história, ele vai se tornar o pior. Por quê? É tanto dinheiro que tem de renda, você dever tanto em relação ao estádio, você não ter mais revelações... A única foi o Pedrinho, que foi vendido... Então, para mim, o Corinthians vai entrar num declínio enorme e eu não sei qual vai ser a estrutura financeira, eu não sei qual vai ser a estrutura emocional, eu não sei qual treinador vai conseguir fazer o que o Tite fez, o que o Mano fez, o que o Carille fez, e reconstruir o time, não o clube", disse Neto.

"Só sei o que deveria se fazer. Tem que sair toda essa diretoria, uma década é muito para eles... De tampão Andrés, de Roberto de Andrade, de Mario Gobbi, da volta de Andrés. O poder transforma as pessoas. E eles não ganham um centavo por isso, é tudo na boa fé, no suor. Então, tem que ter uma oposição forte, que possa fazer o Corinthians pensar em fazer o que o Flamengo fez com o Eduardo Bandeira. O Corinthians tem condições de fazer isso. Só que o Flamengo teve todo um aparato, e as pessoas entenderam que era preciso fazer tudo isso. E o Corinthians não fez. E daí, é para brigar sempre por uma Sul-Americana, ou por uma fase de Libertadores entre os oito. É muito pouco para um clube como o Corinthians", completou.

Veja a repercussão na web:

UOL Esporte vê TV