PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Arnaldo: "Gabigol e Bruno Henrique estão acima de Neres e Gabriel Jesus"

Mauro: "Há um ano, Gabigol, B. Henrique e Arrascaeta não eram unanimidades"

UOL Esporte

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 04h00

Gabigol e Bruno Henrique voltaram a brilhar na vitória do Flamengo na Supercopa do Brasil diante do Athletico-PR e o podcast Posse de Bola #20 analisa se os dois atacantes poderiam se encaixar na seleção brasileira comandada por Tite, em concorrência com nomes como David Neres, Gabriel Jesus e Richarlisson, para atuar ao lado de Firmino e Neymar.

Arnaldo Ribeiro afirma que os dois jogadores do clube rubro-negro são atualmente superiores aos atacantes que jogaram pela seleção brasileira na Copa América 2019, nomes como David Neres, Everton, Gabriel Jesus e Richarlisson.

"A gente pega a Copa América do ano passado, o ataque do Brasil ali para juntar era Richarlisson, David Neres, Everton Cebolinha. Esses dois do Flamengo estão acima destes caras hoje, desculpe, acima do Neres, acima do Gabriel Jesus. 'Ah, o Gabriel Jesus joga no Manchester City', beleza, o Manchester City está ótimo. Estão acima do Richarlisson, que está jogando bem, estão acima", afirma Arnaldo.

"O Gabigol tecnicamente é um dos melhores jogadores do Brasil há muito tempo. A finalização dele é sublime e ele não é só um finalizador, tem a marra, tem o jeito, agora, tecnicamente ele é um jogador primoroso. Pensar em juntar os melhores do Brasil hoje e não ter o Gabigol é uma aberração, o cara tem que estar no time, ponto", completa o jornalista.

Mauro Cezar Pereira aponta que Gabigol poderia se encaixar em um ataque da seleção brasileira ao lado de Neymar e Firmino, mas tem dúvidas se Tite é capaz de fazer o trio funcionar da forma como Jurgen Klopp consegue no Liverpool, com Firmino ao lado de Salah e Mané.

"Eu acho que consegue combinar, a questão é: o Tite consegue fazer isso funcionar? Consegue juntar o melhor do Gabriel Barbosa, o melhor do Firmino e o melhor de mais um, que pode ser até o Gabriel Jesus ou outro, um terceiro jogador, e transformar esse trio ofensivo à la Jurgen Klopp ou coisa parecida? Essa é a minha dúvida, se o Tite é capaz disso, que o Tite consegue montar times que se defendem bem, aplicados, ele sabe. No caso, poderia ser o Neymar", afirma Mauro Cezar.

Além de Gabigol, Mauro ainda afirma que Bruno Henrique poderia ser uma opção para atuar pelo lado e questiona a ausência de Dudu, do Palmeiras, nas convocações de Tite.

"Vamos lá, Gabriel Barbosa, Firmino e Neymar, se você é o técnico, está ruim para você? E ainda tem outras opções, o Jesus é uma delas, que pode jogar pelo lado, o Bruno Henrique é uma opção, o Dudu deveria ser uma opção, que nunca é convocado não sei o porquê", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol