PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Guardiola quer ficar no City mesmo fora da Champions, diz emissora

REUTERS/Phil Noble
Imagem: REUTERS/Phil Noble

Do UOL, em São Paulo

17/02/2020 09h10

O técnico Pep Guardiola pretende ficar no Manchester City mesmo após a punição imposta pela Uefa na última sexta-feira que baniu o clube de competições europeias nas duas próximas temporadas por violação de fair play financeiro. A informação é da emissora britânica BBC.

Segundo a reportagem, Guardiola disse a amigos que pretende continuar no clube com o qual tem contrato até o próximo ano. Porém, existiria uma cláusula no vínculo que daria ao treinador a possibilidade de deixar o clube ao final da atual temporada.

Guardiola deve falar sobre o tema apenas na próxima quarta-feira, quando o time enfrenta o West Ham, pelo Campeonato Inglês.

O treinador está no City desde 2016 e ainda persegue o maior objetivo do clube: a Liga dos Campeões. Na atual edição, o time enfrenta o Real Madrid nas oitavas de final.

O Manchester City ainda tentará reverter a punição imposta pela Uefa com um recurso no Tribunal Arbitral do Esportes (TAS).

A Uefa justificou a punição afirmando que o City teria apresentado exagero nas receitas de patrocínio apresentadas entre 2012 e 2016, além de diversas outras informações financeiras, incluindo equilíbrio das contas. O clube também é acusado pela entidade de não ter cooperado na investigação do caso.

O Manchester City alega, em nota divulgada no site oficial, que o "investigador-chefe da Uefa publicamente previu a sanção que ele pretendia aplicar ao Manchester, antes que qualquer investigação tivesse início"

Esporte