PUBLICIDADE
Topo

Barcelona contratou empresa que atacou ídolos e até Messi na web, diz rádio

REUTERS/Vincent West
Imagem: REUTERS/Vincent West

Do UOL, em São Paulo

17/02/2020 10h23

Classificação e Jogos

De acordo com a rádio Cadena Ser, o Barcelona mantém contrato com uma empresa que, por meio de perfis não oficiais em redes sociais, atacou ídolos, dirigentes da oposição e até jogadores do atual elenco, como o argentino Lionel Messi.

Segundo a reportagem, a I3 Ventures foi contratada há três anos para melhorar a reputação da atual direção do clube, encabeçada pelo presidente Josep Maria Bartomeu. Neste período, de acordo com a rádio, a empresa teria gerenciado dezenas de contas no Facebook e Twitter que fizeram ataques a diversos ídolos, jogadores e opositores.

O clube nega e disse que estas contas não têm relação com o clube.

Entre as mensagens publicadas pela rádio Cadena Ser, estavam algumas contra o maior ídolo atual do clube, Messi, em um momento em que o jogador estava no noticiário por possíveis diferenças em relação à renovação de seu contrato.

"Por que Messi não torna publica a renovação em Barcelona?", questiona uma postagem de um desses perfis, insinuando ainda que ela teria sido comprada por Jaume Roures, um desafeto da diretoria catalã que é dono da Mediapro, grupo multimídia catalão.

Em outro, até a esposa do argentino, Antonella, é alvo, dizendo que Messi tinha uma fera em casa. "Mexem com seu filho nas redes sociais e Antonella os defende com uma leoa".

Outros nomes que são atacados são Piqué, Xavi e Guardiola, todos ídolos catalães.

Em nota oficial, o Barcelona negou a contratação de serviços com essa finalidade. Confira

"Na esteira das informações divulgadas hoje sobre a contratação de uma empresa dedicada à criação de estados de opinião nas redes sociais para corroer a imagem de terceiros, direta ou indiretamente, relacionados ao clube, o FC Barcelona:

1.- Nega veementemente qualquer relacionamento e, mais ainda, a contratação de serviços vinculados a contas de redes sociais que espalharam mensagens negativas ou depreciativas em relação a qualquer pessoa, entidade ou organização que tenha ou tenha tido um relacionamento com o clube.

2.- I3 Ventures, provedor do clube, não possui vínculo com essas contas e, se algum tipo de relacionamento for demonstrado, o clube encerrará imediatamente seu relacionamento contratual e tomará as medidas legais apropriadas em defesa de seus interesses legítimos.

3.- Da mesma forma, o FC Barcelona confirma que contratou serviços de monitoramento de redes sociais para conhecer as mensagens positivas e negativas, das quais a entidade é o objeto

4.- Com a contratação desses serviços, o clube garante a proteção e a preservação da sua reputação, bem como das vinculadas ao clube (patrocinadores, jogadores, dirigentes, parceiros...), na medida em que a proteção a essa reputação é um elemento fundamental e uma obrigação indispensável para quem trabalha para a entidade.

5. O clube exige a retificação imediata das informações divulgadas e reserva-se o direito de tomar as medidas legais apropriadas contra aqueles que continuarem a envolver o clube nesse tipo de prática"

Barcelona