PUBLICIDADE
Topo

"Espero passar mais alguns", diz Gabriel após bater marca de gols no Fla

Gabigol exibe placa em jogo entre Flamengo e Athletico-PR - UESLEI MARCELINO/REUTERS
Gabigol exibe placa em jogo entre Flamengo e Athletico-PR Imagem: UESLEI MARCELINO/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

16/02/2020 15h05

Classificação e Jogos

Gabigol se tornou o segundo maior artilheiro do Flamengo neste século depois de balançar a rede contra o Athletico Paranaense, na manhã de hoje (16), pela decisão da Supercopa do Brasil. Agora, ele chegou a 47 tentos e divide a posição no ranking com Obina, Vagner Love e Leonardo Moura.

Mas o camisa 9 quer mais. Ele tem a chance de passar Renato Abreu, líder do quesito com 73 gols.

"Muito feliz por passar o Adriano e outros jogadores do Flamengo. Espero que possa passar mais, com todo respeito. Obviamente não faço os gols sozinhos, os companheiros e o mister me ajudam e fazem o meu potencial aumentar. Então divido isso com a minha família e meus companheiros. Espero que possa passar mais alguns", disse.

O atacante também avaliou o começo de temporada do Fla, que utilizou os garotos da base nas primeiras rodadas do Campeonato Carioca. Para Gabigol, a forma como o elenco se cuidou nas férias faz a diferença.

"Muito feliz pelo começo [de ano], acho que, como o mister falou, desde o começo da temporada [estamos bem]. Tivemos férias, curtimos, saímos, mas a gente se cuidou. Voltamos um pouco abaixo, mas com poucos treinos todo mundo já voltou", acrescentou.

"Eu tenho essa mobilidade pelo lado direito, o mister gosta, mas prefere que eu fique mais perto do gol. Eu faço umas trocas com o Everton [Ribeiro], que bom que deu certo. Tiveram jogadas muito boas por lá", avaliou o jogador, sobre atuar pela direita do ataque.

Flamengo