PUBLICIDADE
Topo

Acidente similar matou 12 torcedores do Barcelona (EQU) há menos de 2 anos

Bombeiros trabalham no resgate às vítimas de acidente de ônibus de torcedores do Barcelona de Guayaquil, em estrada no Peru - ZAPOTILLO TV / AFP
Bombeiros trabalham no resgate às vítimas de acidente de ônibus de torcedores do Barcelona de Guayaquil, em estrada no Peru Imagem: ZAPOTILLO TV / AFP

Do UOL, em São Paulo

16/02/2020 04h00

Um ônibus que levava torcedores do Barcelona de Guayaquil de volta para casa após jogo da Libertadores caiu de um penhasco no Peru na manhã de ontem (15) e matou oito pessoas — outras 40 ficaram feridas.

Não é a primeira vez que torcedores do clube equatoriano são vítimas de um acidente desse tipo: há menos de dois anos, em agosto de 2018, 12 pessoas morreram na estrada após assistirem a uma partida do time.

Naquele ano, os torcedores viajavam da cidade de Cuenca para Guayaquil, depois de assistir à partida em que Barcelona e Deportivo Cuenca empataram por 1 a 1 pela quarta rodada do campeonato nacional.

O acidente aconteceu na estrada Cuenca-Molleturo. De acordo com as autoridades, o veículo tinha todas as autorizações e havia passado por uma revisão mecânica. Segundo um bombeiro presente na ocorrência, testemunhas afirmaram que o motorista do ônibus tentou ultrapassar outro veículo pouco antes do acidente.

Ao todo, 23 pessoas deram entrada nos hospitais de Cuenca, enquanto outras sete receberam os primeiros socorros em Molleturo. O clube prestou condolências aos familiares das vítimas, tanto em 2018 como neste fevereiro.

Estradas perigosas

O acidente deste sábado aconteceu no litoral do Peru, próximo à divisa com o Equador. Segundo o jornal local "El Regional Fiura", o ônibus vinha de Lima perdeu o controle entre as cidades de El Alto e Organos, na Panamericana Norte. A causa do acidente ainda está sendo investigada pelas autoridades locais.

Havia, no veículo, 48 passageiros, de idades entre 19 e 45 anos. Quarenta pessoas ficaram feridas. Entre elas, quatro, cujos quadros são mais graves, serão encaminhadas para um hospital em Tumbes, no Peru.

Em novembro do ano passado, o UOL Esporte passou pela mesma estrada, a Panamericana, em seu trecho sul, até Lima. Na ocasião, a equipe cobriu a final da Libertadores, entre Flamengo e River Plate. No trecho entre Nazca e Ica, o motorista do ônibus afirmou à reportagem que a estrada era um das mais perigosas do continente sul-americano. O acidente aconteceu na parte norte da rodovia, que vai de Lima até a fronteira com o Equador.

.

Futebol