PUBLICIDADE
Topo

"Falta de vitórias incomoda mais que erros de arbitragem", afirma Diniz

Fernando Diniz à beira do campo durante o jogo entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi - Daniel Vorley/AGIF
Fernando Diniz à beira do campo durante o jogo entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

15/02/2020 22h26

O técnico Fernando Diniz, do São Paulo, criticou a arbitragem do clássico contra o Corinthians, hoje, no Morumbi, mas afirmou que a falta de vitórias o incomoda ainda mais. A equipe tricolor não sabe o que é ganhar há três rodadas e está fora da zona de classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista -ocupa o terceiro lugar no Grupo C.

"O que incomoda mais são as partidas sem vencer porque, mesmo com os erros de arbitragem, a gente poderia ganhar já que perdemos muitos gols", afirmou o treinador após o empate sem gols com o Corinthians.

Apesar do resultado insatisfatório, Diniz elogiou a equipe e se defendeu das críticas da torcida depois que trocou um centroavante por um volante (Pato por Liziero). "Nesse tempo, tivemos dois escanteios, um chute de Bruno Alves e um pênalti (não marcado). Precisávamos do domínio no meio-campo. O time ia criar mais condições de ganhar mesmo tirando um camisa 9, futebol não é matemática", concluiu o treinador.

Apesar dos elogios ao time, Diniz não se esquivou ao ser questionado sobre a arbitragem. Douglas Marques das Flores, o juiz do clássico, foi duramente criticado pelos são-paulinos por causa de um suposto pênalti não marcado no fim da partida sobre Igor Gomes.

"É muito fácil apitar o pênalti do Igor. Não tinha como ele ficar de pé. Era muito claro de ser apitado para coroar o time que jogou melhor. E a outra crítica que não pode passar batida: o Corinthians retardou o jogo o tempo todo, e ele foi dar um cartão para o Cássio com 90 minutos de jogo. Então, ele interferiu diretamente no resultado, como aconteceu contra o Novorizontino e contra o Santo André", lembrou.

No empate por 1 a 1 com o Novorizontino, o São Paulo teve dois gols mal anulados por impedimento, além de um pênalti não marcado. Na derrota para o Santo André, a reclamação é em relação a um impedimento não marcado no lance que originou o primeiro gol do time do ABC.

Futebol