PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Gre-Nal reúne até sete estreantes e tem cara de teste para rivais

Lucas Sabino/Agif
Imagem: Lucas Sabino/Agif

Do UOL, em Porto Alegre

13/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Grêmio e Inter podem ter até sete jogadores que nunca jogaram Gre-Nal em campo
  • Inter tem quatro estreias em campo e uma à beira do gramado: Eduardo Coudet
  • Grêmio tem novatos na defesa e reestreia de Diego Souza no ataque
  • Gre-Nal de sábado, no Beira-Rio, vale vaga na final do turno, mas ainda tem cara de teste
  • Rivais precisam ajustar defesa e ataque menos de um mês após voltarem aos jogos
Classificação e Jogos

O Gre-Nal 423, válido pela semifinal do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, deve reunir pelo menos sete estreantes no clássico gaúcho. A lista ajuda a montar o cenário em que o jogo de sábado (15) está metido. Mesmo que valha vaga na decisão, a partida tem cara de teste para os dois lados da rivalidade. Provas distintas, mas exames relevantes.

A partida no estádio Beira-Rio começa às 16h30min (horário de Brasília) a pedido da TV.

O vencedor do Gre-Nal encara o ganhador do duelo entre Caxias e Ypiranga-RS na final. O Inter, mesmo com jogo de ida contra o Tolima-COL na próxima semana, deve usar time titular. A formação, a ser confirmada, tem quatro debutantes em Gre-Nal: Rodinei, Moisés, Damián Musto e Gabriel Boschilia ou Marcos Guilherme.

Boschilia e Marcos Guilherme disputam a posição de Patrick, com lesão e vetado do jogo.

O time de Eduardo Coudet despachou a Universidad de Chile e avançou na Libertadores, mas ainda convive com dúvidas. Especialmente em relação ao setor ofensivo. O encaixe procurado para dar suporte a Paolo Guerrero não decolou.

A saída de três, com Musto entre os zagueiros, é um dos princípios que mais tem chamado atenção, além da orientação para D'Alessandro ser atacante e não mais meia. Falta ajuste fino entre o meio-campo para transformar a posse de bola em contundência.

Do lado do Grêmio, a lista de estreantes em clássico pode ter até três nomes: Vanderlei, Victor Ferraz e Lucas Silva. O volante deve perder lugar entre os titulares, caso Matheus Henrique, que estava na seleção olímpica, seja liberado pela preparação física.

O time de Renato Gaúcho arrancou a temporada com maior aposta na técnica e demonstrando menos intensidade à frente da área. Victor Ferraz, por outro lado, é o reforço com melhor início de ano. O lateral direito aportou profundidade e dinamismo ao flanco do time.

A presença de Diego Souza se mostrou decisiva. O ex-volante e agora centroavante marcou contra o Esportivo e também diante do Aimoré. A atuação em São Leopoldo, a mais recente do time, suscitou dúvidas em relação ao rendimento e por isso o Gre-Nal também é visto como chance de recuperação.

Futebol