PUBLICIDADE
Topo

Eliminação na 1ª fase custa R$ 7 mi à previsão de orçamento do Coritiba

Jogadores do Manaus comemoram gol de Rossini para eliminar o Coritiba pela Copa do Brasil - PAULO BINDA /MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores do Manaus comemoram gol de Rossini para eliminar o Coritiba pela Copa do Brasil Imagem: PAULO BINDA /MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/02/2020 01h18

Classificação e Jogos

A derrota por 1 a 0 para o Manaus custou aos cofres do Coritiba um prejuízo estimado em até R$ 7 milhões, contando a projeção inicial de que o clube pudesse atingir ao menos as oitavas de final da competição. Pelo segundo ano seguido, o Coxa amargou a eliminação já na primeira fase do torneio.

O valor engloba a premiação somada das fases iniciais da Copa. Pela derrota em Manaus, o Coxa levará R$ 950 mil como prêmio de participação na competição. O quadro poderia ser diferente: como melhor ranqueado, o Coritiba tinha a vantagem do empate no Amazonas e, aos 9 do segundo tempo, desperdiçou um pênalti cobrado por Sassá, um dos reforços da temporada.

"Uma eliminação extremamente dolorosa. Não faltou luta, mas a gente não teve a competência de fazer o gol", resumiu o técnico Eduardo Barroca que teve a primeira derrota no comando do time — o Coxa perdeu uma invencibilidade de 19 jogos.

O Coritiba volta a campo no domingo (16) diante do Recreativo de Cascavel, pelo Paranaense. A estreia no Brasileirão Série A está marcada para

Coritiba