PUBLICIDADE
Topo

Edmundo culpa Pedrinho e Cássio por queda do Corinthians na Libertadores

Pedrinho, jogador do Corinthians - Amanda Perobelli/Reuters
Pedrinho, jogador do Corinthians Imagem: Amanda Perobelli/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/02/2020 19h50

Classificação e Jogos

O comentarista Edmundo elegeu Pedrinho e Cássio como os grandes vilões da queda do Corinthians na Copa Libertadores da América. Na opinião do ex-jogador, o camisa 10 do time paulista não poderia ter sido expulso, e o goleiro falhou no gol do Guaraní (PAR), que se classificou mesmo com a derrota por 2 a 1 no critério dos gols fora de casa.

"O Pedrinho, como um camisa 10, não pode fazer duas faltas como aquelas e ser expulso. Eu já fui camisa 10, já fui expulso dessa maneira, mas, de qualquer forma, tanto eu quanto ele erramos. O Cássio é um goleiro de Copa do Mundo e ele não pode tomar um gol de falta no canto dele. O batedor pode encobrir a barreira, pode colocar no ângulo e fazer um golaço, mas não pode marcar no canto do goleiro. Ali, o goleiro deve ser soberano", opinou Edmundo no Expediente Futebol de hoje (13).

Para Fábio Sormani, também presente na bancada da atração, o maior culpado é outro: o presidente Andrés Sanchez. O comentarista citou uma série de decisões tomadas - ou não - pelo mandatário alvinegro que ele julga cruciais para a queda corintiana ontem.

"Para mim, quem mais comete erros no Corinthians é o presidente do clube, o Andrés Sanchez. É o maior culpado por essa eliminação por não ter assumido a função de presidente do Corinthians. Por não ter exigido o início de trabalho do técnico, por não ter evitado a convocação de um jogador importante para a seleção olímpica. [...] Estou errado?", declarou Sormani.

UOL Esporte vê TV