PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Comentarista da FOX culpa Tiago Nunes por eliminação do Corinthians

Tiago Nunes, técnico do Corinthians, durante partida contra o Guaraní (PAR) - NELSON ALMEIDA / AFP
Tiago Nunes, técnico do Corinthians, durante partida contra o Guaraní (PAR) Imagem: NELSON ALMEIDA / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/02/2020 11h24

Para Mano, o técnico Tiago Nunes é o principal responsável pela eliminação do Corinthians na fase preliminar da Libertadores. Debatendo, durante o Bom Dia Fox desta quinta-feira, a vitória alvinegra, em casa, por 2 a 1, sobre o Guaraní, do Paraguai, o comentarista pediu para o comandante ser 'mais corajoso' e assumir a responsabilidade pela queda do Timão.

Para seguir na competição, o Corinthians precisava de uma vitória por dois gols de diferença. O tento de Fernando Fernández, no início do segundo tempo, garantiu a classificação paraguaia.

"Acho que o Tiago poderia ser um pouco mais corajoso e assumir a culpa e a responsabilidade dele. Ontem, o Tiago Nunes, na minha avaliação, foi o principal responsável pela eliminação do Corinthians", disse Mano.

No que diz respeito à arbitragem, criticada por Sálvio Spinola durante a transmissão da Globo, Mano questionou o rigor de Néstor Pitana na expulsão de Pedrinho. Além disso, recordando a derrota alvinegra no Paraguai, o comentarista afirmou que o alvinegro 'foi prejudicado'.

"O Corinthians foi prejudicado no seguinte aspecto: O árbitro do primeiro confronto era aquele venezuelano que não tinha uma bagagem para apitar. É um árbitro que, inclusive, erra no lance que originou o gol do Guaraní. Não justifica a eliminação, mas, por exemplo, quando você coloca um árbitro fraco para apitar o primeiro jogo e um forte para apitar o segundo, deste quesito, o Corinthians acabou prejudicado sim", disse Mano.

"Entradas como a do Pedrinho, inclusive neste lance de bicicleta, quantas vezes vocês já viram, na Libertadores, o árbitro ser condescendente? O cara sabe que é um lance faltoso, que gera uma interpretação para cartão amarelo, mas quantos lances de bicicleta o árbitro não deixou passar? Acho que ele foi rigoroso demais. Cabe o cartão? Cabe o cartão. É uma interpretação. Esse primeiro lance, o Pedrinho, até pelo excesso de vontade, acabou entrando mais forte, ele escorrega no lance e, por isso, levanta o pé da forma que levantou. É um lance interpretativo. Tudo bem que ele escorregou, que foi sem querer, mas é perigoso. Esse lance, se eu fosse o árbitro não daria (o cartão amarelo)", completou.

Fora da Libertadores, o Corinthians se prepara para encarar o São Paulo neste sábado, às 19h, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

UOL Esporte vê TV