PUBLICIDADE
Topo

No Flu, Julião rouba a cena e 'entrevista' amigo Gilberto: "Amizade forte"

Gilberto salientou amizade que tem com concorrente Igor Julião - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Gilberto salientou amizade que tem com concorrente Igor Julião Imagem: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

11/02/2020 17h13

Uma cena chamou a atenção durante a entrevista coletiva do lateral-direito Gilberto, do Fluminense. Em meio às perguntas sobre o clássico com o Flamengo, pela semifinal da Taça Guanabara, fase pela qual passa a equipe e trabalho com o técnico Odair Hellmann, o jogador respondeu a um questionamento de Igor Julião, integrante do elenco tricolor.

Concorrente pela vaga no time titular, Julião acompanhava o evento ao lado dos jornalistas e, ao final, assumiu rapidamente o microfone.

"Queria que o Gilberto pudesse falar um pouco sobre esse bom momento que ele está vivendo. Sou um cara que sou bem próximo dele e, no ano passado, percebi as dificuldades que ele vinha sentido, com dores e tudo... Queria que ele pudesse falar desse início dele, que está sendo muito bom, sem dores, e rendendo isso que ele espera render, que a torcida espera, e comentar essa boa fase", pediu, arrancando algumas risadas dos presentes.

Gilberto fez questão de elogiar o companheiro e ressaltar as boas atuações que ele teve na última temporada.

Lateral-direito Igor Julião durante atividade em treinamento do Fluminense - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Lateral-direito Igor Julião durante atividade em treinamento do Fluminense
Imagem: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

"Muita gente fica perplexa com essa nossa amizade. Acho que o Julião, hoje, no grupo, é o meu melhor amigo. O cara que eu tenho mais afinidade. Ele e o Miguelzinho. O treinador de goleiro [André Carvalho] até falou que a gente parece goleiro, que nunca viu pessoas da mesma posição com uma amizade próxima como a nossa. Ele acompanhou de perto, sabe tudo que passei. Sofri muito e fiquei muito feliz quando o Fluminense pôde contar com o Julião quando eu não estava. Ele rendeu muito, é um cara que eu já conhecia da base, sei o que passou. Ano passado, teve a chance de voltar ao Fluminense, clube que ele gosta, e pôde desempenhar um bom papel. Espero que nossa amizade possa continuar crescendo", afirmou.

Sobre o duelo com o Flamengo, que acontece amanhã (12), no Maracanã, por vaga na final do primeiro turno do Campeonato Carioca, o lateral-direito apontou que o Rubro-Negro, financeiramente, "sai na frente de todos os clubes brasileiros", mas que, quando o jogo começa, são "11 contra 11".

"Não sou de defender um favoritismo muito grande quando se fala de clássico. Qualquer um pode estar em um dia melhor e vencer. O Fluminense também é muito grande. O Flamengo, na questão financeira, sai na frente de todos os clubes brasileiros, briga com o Palmeiras, mas dentro de campo são 11 contra 11. Quem tiver mais vontade, em um dia melhor, pode conseguir a vitória. Em clássico não tem isso, a rivalidade fala mais alto", avisou Gilberto, que garantiu que o Fluminense não se apega à vantagem do empate:

"Procuramos não pensar nisso. É clássico, se ficar lá atrás é pior, tem que jogar. Essa é a característica que criamos desde a pré-temporada, vamos procurar o gol. Se tiver que pensar na vantagem será no final do jogo".

Fluminense