PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Jornal: Clubes cobram R$ 4 mil para crianças entrarem em campo com atletas

Mascotes do Chelsea entram em campo de mãos dadas com os jogadores - REUTERS/David Klein
Mascotes do Chelsea entram em campo de mãos dadas com os jogadores Imagem: REUTERS/David Klein

Do UOL, em São Paulo

11/02/2020 19h23

Classificação e Jogos

Clubes do Campeonato Inglês e da segunda divisão inglesa cobram até 700 libras esterlinas (cerca de R$ 4 mil) para que as crianças entrem em campo de mãos dadas com os jogadores. A informação é do jornal Telegraph.

De acordo com a publicação, West Ham, Nottingham Forest, Norwich e Aston Villa cobram uma taxa de 500 libras (cerca de R$ 2,8 mil) e aumentam o valor quando enfrentam clubes grandes, mesmo após a reclamação de torcedores.

Julian Knight, novo presidente do Comitê de Seleção Digital, de Cultura, Mídia e Esportes do parlamento britânico, agora está pressionando os clubes da elite a reduzir os valores para ajudar as famílias carentes. Segundo Knight, acompanhar os jogadores em campo está se tornando prioridade dos ricos, "completamente contra as raízes da classe trabalhadora do jogo".

Por outro lado, sete clubes da primeira divisão não cobram para as crianças entrarem com os atletas, entre eles o Manchester City.

Esporte