PUBLICIDADE
Topo

Dudamel defende futebol apresentado pelo Atlético-MG contra a URT

Rafael Dudamel, técnico do Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rafael Dudamel, técnico do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 21h15

Classificação e Jogos

Após receber vaias de parte da torcida do Atlético-MG, o técnico Rafael Dudamel defendeu o futebol apresentado pelo Galo na difícil vitória por 1 a 0 diante da URT, em Patos de Minas. Para o treinador venezuelano, as dificuldades enfrentadas na partida eram esperadas e estão relacionadas desde fatores alheios ao jogo, como a falta de tempo de descanso após a derrota do meio da semana na Copa Sul-Americana, a outros como a má qualidade do gramado do estádio Zama Maciel.

"Respeito a opinião (de quem acha que o Atlético jogou mal), mas não concordo. Viemos de um jogo difícil na Argentina, três dias para voltar para casa, sem poder descansar, treinar bem. Jogamos em um campo ruim e como visitante", argumentou o técnico.

Questionado sobre a necessidade de reforços para o setor de criação, que se agrava com a indefinição da permanência de Juan Cazares, Dudamel preferiu elogiar as peças que já possui em seu elenco, incluindo o recém-contratado Jefferson Savarino, que chegou a ser comandado pelo técnico atleticano na seleção da Venezuela. "Temos Savarino, Otero, Hyoran, Bruninho e estamos trabalhando".

Rafael Dudamel chegou ao Atlético-MG há pouco mais de um mês. Em seis partidas à frente da equipe até o momento, foram três vitórias, dois empates e uma derrota.

Atlético-MG