PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Como Edilson, Evair e Edmundo servem de inspiração para o Palmeiras atual

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/02/2020 04h00

Luiz Adriano como Evair. O sentimento de nostalgia inspirou Vanderlei Luxemburgo na noite de ontem (08), dia no qual o Palmeiras derrotou a Ponte Preta pelo placar de 1 a 0, em Campinas, e assumiu provisoriamente a liderança do Grupo B do Campeonato Paulista. A atuação do camisa 10, autor da assistência para o gol do Willian, fez o treinador relembrar do histórico time da Era Parmalat, inesquecível para o torcedor.

Em entrevista coletiva concedida depois da partida, Luxemburgo contou como o trio Evair, Edilson e Edmundo serviu de inspiração para o confronto desta noite de sábado. Luiz Adriano, mais móvel, assim como Evair, foi exaltado pelo comandante palmeirense após o importante triunfo no Moisés Lucarelli.

"É trinca de ataque. Se vocês pegarem, retroagirem um pouquinho, lá atrás, [o Palmeiras] tinha Edmundo pela direita, Edilson pela esquerda e Evair voltava um pouquinho. O Luiz Adriano tem essa característica de voltar e negociar a bola, dar tapa para um lado para o outro, encostar mais no Lucas Lima", afirmou.

"Eu queria experimentar isso e foi uma partida muito boa. O time jogou muito bem e poderíamos ter feitos mais gols, mas aqui é difícil ganhar. Estamos levando três pontos importantes", destacou Luxemburgo.

Elogiado, Luiz Adriano ainda não balançou as redes neste Campeonato Paulista. Em compensação, quem recebeu a assistência do camisa 10 diante da Ponte tem se destacado como artilheiro.

Com o gol deste sábado, Willian chegou aos cinco no Paulistão e assumiu a liderança isolada da artilharia. Boselli (Corinthians), Camillo (Mirassol) e Felipe Ferreira (Ferroviária) anotaram quatro cada um e estão na cola do palmeirense.

O ataque palmeirense, tendo o exemplo de Evair, Edilson e Edmundo, também aparece com destaque no Paulistão. São 10 gols e o segundo melhor desempenho depois de cinco rodadas, apenas atrás ao do Mirassol.

Palmeiras