PUBLICIDADE
Topo

Com Nenê inspirado, Flu vence Botafogo e define semis. Valentim balança

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/02/2020 17h56

Classificação e Jogos

Quem ainda tem preconceito com os 38 anos de Nenê talvez possa rever seus conceitos após o clássico de hoje no Maracanã (8). Jogando o fino da bola, o meia fez dois golaços e comandou a vitória do Fluminense por 3 a 0 sobre o Botafogo pela Taça Guanabara. O outro foi do estreante Wellington Silva. De quebra, o técnico alvinegro Alberto Valentim ficou na corda bamba.

O resultado deixou definido o cruzamento do Tricolor com o rival Flamengo na semifinal, em jogo que acontecerá na próxima quarta-feira (12). Na outra chave se enfrentam Boavista e Volta Redonda. O Botafogo e o Vasco são os grandes que foram eliminados na fase de grupos.

Muito pressionado

Alberto Valentim já vinha sendo criticado em rodadas anteriores. No desembarque do reforço Honda e também na apresentação do meia japonês, o treinador foi lembrado e a torcida pediu sua saída. No clássico de hoje, o técnico foi xingado nos dois tempos. A situação se tornou complicada.

Melhor campanha

Com a vitória sobre o Botafogo, o Fluminense carimbou o rótulo de melhor campanha da fase de grupos da Taça Guanabara com 15 pontos conquistados. Foram cinco vitórias e uma derrota.

O melhor - Nenê

Dessa vez ficou fácil escolher o melhor em campo. Alguém duvida que o título é do experiente Nenê? Dois golaços e uma maestria para comandar o meio de campo tricolor, provando que seus 38 anos não são problema.

O pior - Defesa do Botafogo

Disputa de bola entre jogadores do Fluminense e do Botafogo no clássico pelo Campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Um horror! Principalmente o setor esquerdo. O lateral-esquerdo Danilo Barcelos, ex-Vasco, por exemplo, sofreu dois gols por seu lado. Os zagueiros também não se encontraram em campo e, no terceiro tento, assistiram passivamente a troca de passes.

Fluminense - Domínio e pressão

Depois de alguns poucos minutos em que ficou mais recuado, o Fluminense conseguiu dominar as ações da partida e construir a vitória em uma atuação segura. No primeiro tempo, as jogadas pelas pontas funcionaram e o time contou com o Nenê inspirado. Na etapa final, com boa vantagem no placar, diminuiu um pouco o ritmo, mas, ainda assim, construiu oportunidades de ampliar o marcador.

Botafogo - falhas em diversos setores

O time alvinegro até começou bem, colocando ainda uma bola na trave em cobrança de falta de Danilo Barcelos. Porém, rapidamente se perdeu e viu o Flu comandar o jogo. O lado esquerdo da defesa não funcionou e o meio de campo deu muitos espaços. Isolado, o ataque pouco construiu. Quando o Flu diminuiu o ritmo, o Botafogo até conseguiu chegar mais próximo ao gol, mas esteve longe de mostrar força por, ao menos, o empate.

Golaços de Nenê

Nenê assinou duas pinturas no Maracanã. A primeira, aos 9 minutos da etapa inicial, quando Gilberto foi à linha de fundo, cruzou e Nenê pegou de primeira, no ângulo. Que golaço!

O outro foi aos 19 do primeiro tempo, quando Wellington Silva tocou para o meia, que dominou e deu sua conhecida "chapada no canto".

No segundo tempo ele foi substituído por Paulo Henrique Ganso.

Reestreia com pé direito

Wellington Silva, do Fluminense, comemora gol diante do Botafogo pelo Campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Quem fez sua reestreia com pé direito no Fluminense foi o atacante Wellington Silva, que deu uma assistência e deixou o dele, o terceiro do Fluminense.

Honda na área

Honda, reforço do Botafogo, esteve no Maracanã para assistir ao clássico com o Fluminense - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O meia japonês Honda, reforço do Botafogo, esteve no Maracanã na tarde de hoje (9), para acompanhar o clássico entre o time alvinegro e o Fluminense. O jogador chegou com a partida em andamento, quando o Tricolor já vencia por 2 a 0.

Na tribuna de honra do estádio, o jogador presenciou o terceiro gol do rival, marcado por Wellington Silva, e ainda viu mais um do adversário, feito por Evanilson, mas que foi anulado após checagem do VAR, que constatou impedimento.

Fluminense x Botafogo

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 BOTAFOGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Data: 09 de fevereiro de 2020, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelo: Igor Cássio (Botafogo)
Gols: Nenê, do Fluminense, aos nove minutos do primeiro tempo; Nenê, aos 19 minutos do primeiro tempo; Wellington Silva, aos 37 minutos do primeiro tempo

Fluminense: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Fernando Pacheco) e Nenê (Ganso); Wellington Silva (Caio Paulista), Marcos Paulo e Evanilson
Técnico: Odair Helmann

Botafogo: Gatito, Federico Barrandeguy (Thiaguinho), Marcelo Benevenuto, Cali e Danilo Barcelos; Cícero (Igor Cássio), Caio Alexandre (Alex Santana), Baruno Nazário, Warley, Luis Henrique e Pedro Raúl
Técnico: Alberto Valentim

Futebol