PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


"Tudo que eu tinha que falar para o Sampaoli, eu falei", diz Vanderlei

Vanderlei, goleiro ex-Santos, durante apresentação como jogador do Grêmio - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Vanderlei, goleiro ex-Santos, durante apresentação como jogador do Grêmio Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/02/2020 12h42

Atualmente no Grêmio, o goleiro Vanderlei recordou seu último ano no Santos, quando trabalhou com Jorge Sampaoli. Perdendo a titularidade para Éverson no alvinegro praiano, o arqueiro, convidado do Sportscenter desta quarta-feira, evitou comentar seu relacionamento com o argentino, mas deixou claro que disse para o treinador 'tudo o que tinha que falar'.

"Tudo que eu tinha que falar para o Sampaoli, eu falei para ele. Eu não gosto de, agora que ele saiu, ficar comentando sobre o trabalho e a nossa relação. Futebol tem preferências. Ele preferiu o Éverson e eu respeitei. É obvio que a gente não concorda com algumas situações, mas a gente é profissional e tem que continuar dando o nosso melhor, trabalhando da melhor maneira, independente de estar jogando ou não", disse Vanderlei.

"O que eu sempre pensei em fazer é contribuir, respeitando ele (Sampaoli) e todos os jogadores, que eu acho que é o mínimo que nós temos que fazer. Agora, aí é de cada um. Foi a opção dele, eu respeitei, e agora estou seguindo o meu caminho. Eu sei que vinha fazendo um grande trabalho. A questão da seleção brasileira não era à toa, era pelo que eu tinha feito, e vinha fazendo em campo. Acho que, quando saí, estava num bom momento, mas o futebol tem dessas", completou.

Na sequência, o goleiro de 35 anos falou sobre sua transferência para o Grêmio. Vanderlei assinou contrato com o tricolor gaúcho até o final de 2021. O vínculo poderá ser renovado por mais uma temporada, em caso de metas atingidas ao longo do segundo ano.

"Acho que isso é bom para a gente como jogador. Tem motivação. Estou feliz aqui no Grêmio. É deixar um pouquinho de lado a questão do Sampaoli e focar no Grêmio, no Renato, que é o mais importante", concluiu.

UOL Esporte vê TV