PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Edenilson "não confiou" em D'Ale em chance perdida pelo Inter: "Ele avisou"

Do UOL, em Porto Alegre

05/02/2020 14h44

Edenilson teve a primeira grande chance do empate em 0 a 0 entre Inter e Universidad de Chile, ontem, pela fase preliminar da Libertadores. E após a partida, disse que foi avisado por D'Alessandro que estava sozinho. Não confiou, tentou concluir, e acabou errando.

Uma boa jogada de Patrick pela esquerda acabou em cruzamento para área. Três jogadores estavam dentro dela: Guerrero, na primeira trave, Edenilson, na segunda, e D'Alessandro, recuado.

A zaga se confundiu, avançou e deixou Edenilson livre, exatamente onde foi a bola. Só o goleiro estava pela frente. Foi quando a decisão de cabecear e a batida fraca na bola tiraram do Colorado a chance de gol.

"Eu escutei o D'Ale gritando que eu estava sozinho. Mas não acreditei. Acelerei a jogada achando que o marcador iria chegar. Acabei errando", contou Edenilson.

No segundo tempo, um novo cruzamento da esqueda, agora de Cuesta, teve outra conclusão. Com força, o meio-campista faria o gol, mas o goleiro De Paul fez grande defesa.

"Ele foi muito rápido, conseguiu agir com reflexo. Foi uma grande defesa, o goleiro deles foi muito feliz", completou.

O Internacional pressionou, ficou com um jogador a mais, mas não conseguiu superar La U.

"Fizemos uma grande partida, buscamos a vitória até mesmo quando estávamos 11 contra 11. Mas sair daqui com empate não é ruim. Queremos sempre vencer, não sofremos riscos, criamos bastante... Agora é definir melhor que o resultado virá naturalmente", sentenciou.

O empate sem gols deixa a eliminatória indefinida. Quem vencer no jogo de volta, dia 11, no Beira-Rio, avançará para encarar o classificado entre Tolima e Macará. Em caso de empate sem gols a decisão será nos pênaltis. Empate com gols leva a Universidad de Chile adiante.

Melhores momentos do jogo!

Internacional