PUBLICIDADE
Topo

Ainda sem definir futuro, Dedé não pretende voltar a treinar no Cruzeiro

Zagueiro foi liberado na semana passada, mas é aguardado pela diretoria desde a tarde de ontem (4) - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Zagueiro foi liberado na semana passada, mas é aguardado pela diretoria desde a tarde de ontem (4) Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

05/02/2020 04h00

Os representantes do zagueiro Dedé ainda não conseguiram achar um clube interessado no jogador para formalizar uma proposta oficial ao Cruzeiro. Com isso, a diretoria aguarda que o jogador se reapresente para voltar a treinar com o grupo. Retornar à Toca da Raposa, no entanto, não faz parte dos planos do defensor.

No final de janeiro, empresários do jogador pediram e conseguiram um prazo de cinco dias para tentarem negociar Dedé com um clube chinês. Esse prazo já expirou e nenhum avanço foi feito. Por isso, o Cruzeiro solicitou que o jogador volte à rotina de treinamentos, mesmo que não haja possibilidade de ser utilizado pelo treinador Adilson Batista. Porém, Dedé só pretende voltar ao centro de treinamento caso seja obrigado pela cúpula celeste. A intenção é resolver tudo o mais rápido possível.

O zagueiro ainda aguarda para definir seu futuro antes que haja a obrigação de retornar ao Cruzeiro. Além de não conseguir encontrar um novo destino, Dedé também não entrou em acordo com a diretoria para uma readequação salarial, situação parecida com a de Ariel Cabral, Rodriguinho e Fred. Dono de um dos maiores salários do Cruzeiro, o defensor também tem altas pendências para receber, como salários atrasados, direitos de imagem, férias, 13º salário e FGTS.

Ariel Cabral volta, mas terá novas reuniões

O argentino Ariel Cabral é outro que está com seu futuro indefinido na Toca da Raposa. Assim como Dedé, ele também era aguardado ontem (4) para a reapresentação do elenco. O volante até compareceu ao centro de treinamento, mas teve uma conversa rápida com os diretores e foi embora.

Ariel está sem treinar desde o dia 15 de janeiro, quando iniciou uma série de pedidos para ser liberado das atividades. Nesse período, o jogador foi à Argentina para tentar encontrar um clube para se transferir, mas voltou a Minas Gerais sem essa definição.

Recentemente, Cabral também se reuniu com a diretoria do Cruzeiro, mas não entrou em acordo. Um dos pontos em que as partes divergiram foi sobre o contrato do jogador. O volante tem vínculo com a Raposa até o final do ano e gostaria de renovar até 2021, mas o Cruzeiro não se mostrou animado em prolongar sua estadia no clube.

Cruzeiro