PUBLICIDADE
Topo

Reunião entre Cruzeiro e representantes de Éderson termina sem acordo

Volante deseja se desligar do Cruzeiro, mas ainda não há um acordo entre as partes para liberar o atleta - Edson Vara/Lightpress/Cruzeiro
Volante deseja se desligar do Cruzeiro, mas ainda não há um acordo entre as partes para liberar o atleta Imagem: Edson Vara/Lightpress/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

04/02/2020 17h54

Os representantes do volante Éderson voltaram a se reunir com o Cruzeiro nesta tarde de terça-feira. O novo encontro, porém, terminou sem um acerto entre as partes, o que deixa cada vez mais iminente a saída e desligamento do jogador neste mercado da bola.

A intenção da diretoria celeste era entrar em um acordo com o jogador de 20 anos antes da audiência de conciliação na Justiça do Trabalho, agendada para o dia 19 de fevereiro. Sem um acordo, as partes ainda terão novas conversas para tentar entrar em um denominador comum.

No início deste ano, Éderson entrou com uma ação na Justiça pedindo a rescisão imediata do seu contrato com o Cruzeiro. O jogador cobra salários atrasados do clube, além de outras pendências como direitos de imagem, férias, 13º e FGTS. Inicialmente, o pedido de desligamento foi negado para dar direito de resposta ao Cruzeiro na audiência de conciliação.

Quem acompanha de perto a situação do volante é o time do Bahia. O Tricolor de Aço mostrou interesse em contar com o futebol de Éderson e pode ser um provável destino do volante em caso de desligamento do Cruzeiro.

Cruzeiro