PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Matheus Cunha explica comemoração e nega inspiração em Cristiano Ronaldo

Matheus Cunha comemora gol do Brasil contra a Colômbia no Pré-Olímpico - REUTERS/Luisa Gonzalez
Matheus Cunha comemora gol do Brasil contra a Colômbia no Pré-Olímpico Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez

Danilo Lavieri

Do UOL, em Bucaramanga (Colômbia)

04/02/2020 19h16

Artilheiro do Projeto Olímpico, Matheus Cunha apareceu para decidir mais uma vez no jogo de ontem (3) contra a Colômbia. Autor do gol de empate contra a Colômbia, o atacante explicou o desabafo na sua comemoração.

Assim que chutou de fora da área e balançou as redes, o agora jogador do Hertha Berlin pediu calma para as arquibancadas que estavam completamente lotadas. Logo em seguida, ele ainda criou uma oportunidade de quase virar o placar. Ele tem 12 gols em 14 jogos na Era Jardine.

"Eu sou um grande torcedor da Colômbia, gosto muito dos colombianos, acredito que a cultura deles é parecida com a nossa, de gostar de música, de futebol, de dançar. Mexeu um pouco com meu coração ver eles torcendo tanto para a equipe deles e contra a gente. Acredito que tenha sido só para extravasar a emoção naquele momento, foi um jogo duro, é muito bom jogar dessa forma. Fico feliz de ter feito o gol e ajudado a minha equipe. Foi só um momento de extravasar, não tenho nada contra os colombianos", afirmou o atleta.

Imediatamente, a comemoração foi comparada com a de Cristiano Ronaldo, que notabilizou o "calma, eu estou aqui". Matheus, no entanto, refutou qualquer comparação.

"Não, não. Eu falei mais no sentido de Brasil estar aqui. De maneira nenhuma (se inspirou em Cristiano). Eu queria mostrar que o Brasil onde está tem que ser respeitado. Não foi nada demais, só uma celebração de gol", explicou.

O treino desta terça-feira (4) terá apenas a presença dos reservas em campo, enquanto os titulares fazem trabalho regenerativo na concentração. As atividades serão fechadas para a imprensa.

Com um ponto, o Brasil agora se vê obrigado a vencer o Uruguai para não depender de combinação de resultados na última rodada do Pré-Olímpico. A Argentina venceu na estreia do quadrangular por 3 a 2 e está na liderança da chave.

O clássico contra os uruguaios está marcado para 20h (de Brasília) da próxima quinta-feira, novamente em Bucaramanga, na Colômbia. O duelo diante dos argentinos será no domingo, às 22h30.

"Por ser o primeiro jogo, estamos muito tranquilos (com o empate). Sabemos a qualidade dos adversários que vamos enfrentar. Mas o jogo contra a Colômbia foi muito difícil, a Argentina também teve um jogo duro contra o Uruguai. Por enquanto, não estamos contando com a tabela. A gente sabe que no que depender da gente vamos dar 100%. Espero que a gente nunca precise olhar a tabela, só olhar para dentro, o que a gente pode melhorar e fazer grandes jogos para se classificar no final", finalizou.

Seleção Brasileira