PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro cede por rescisão com Fred, que coloca Fluminense como prioridade

Maior ídolo recente do Fluminense, Fred pode voltar ao clube em 2020 - Nelson Perez/Fluminense FC
Maior ídolo recente do Fluminense, Fred pode voltar ao clube em 2020 Imagem: Nelson Perez/Fluminense FC

Caio Blois, Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ) e em Belo Horizonte (MG)

04/02/2020 04h00

Fred está perto de um acordo para deixar o Cruzeiro. Clube e atacante se acertaram sobre o que ele deve receber — cerca de R$ 30 milhões. Agora, o atleta aguarda a definição do prazo para o pagamento da dívida. Ele ainda não tem definição sobre o seu futuro, mas trata o Fluminense como a preferência no mercado da bola.

Em uma reunião na última semana, o veterano de 36 anos entrou em um acordo com a cúpula sobre o valor que receberá ao firmar a sua rescisão contratual. Porém, ouviu que seria preciso parcelar o montante. Ele espera a definição sobre o número de prestações para assinar o distrato. No acordo, ficou definido ainda que o Cruzeiro seguirá como responsável pelo pagamento da multa de R$ 10 milhões ao Atlético-MG em caso da manutenção da derrota judicial.

Mesmo com a saída encaminhada, Fred ainda não tem nenhum acordo com outros clubes do futebol brasileiro. Ele recebeu algumas sondagens, conforme apurado pela reportagem. O Fluminense é tratado como o destino predileto do atacante de 36 anos. Ele espera a saída do Cruzeiro para negociar um retorno ao clube em 2020.

No clube, o retorno do atleta é tratado como provável devido à vontade mútua de reatar o casamento interrompido em 2016. O Tricolor nega ter aberto negociações com o ídolo, ainda que pela boa relação dele com funcionários e diretoria, a reaproximação seja natural. A ideia, além da parte esportiva, é ter um "garoto-propaganda" que dialogue com o torcedor e também seja um símbolo da retomada do clube na parte administrativa.

Fred avalia com carinho a proposta do Fluminense e já admitiu para pessoas próximas o desejo de retornar ao Rio de Janeiro. O jogador chama o clube recorrentemente de "casa" e sempre teve o desejo de morar na cidade após encerrar a carreira. Os poucos detalhes que restam para um acordo não se desenham decisivos, uma vez que a liberação pelo lado do Cruzeiro acontecerá assim que o departamento jurídico liberar as condições e o atacante assine o distrato.

Em condições financeiras bem diferentes das da primeira passagem de Fred pelo clube, o Fluminense trabalha com cautela e irá oferecer um projeto condizente com o que pode arcar neste momento em termos de salários e duração de contrato. A ideia é ter o veterano até o fim de 2020, com um contrato renovável por mais um ano e a possibilidade futura de uma transição para um cargo de gestão. O jogador está ciente da situação vivida pelo Flu, e pela relação de carinho, aceita reduzir drasticamente seus vencimentos.

Durante sua carreira, Fred criou e manteve identificação com o Flu, clube por onde atuou entre 2009 e 2016, disputando 288 jogos e marcando 172 gols. Terceiro maior artilheiro da história do clube, o jogador nunca escondeu sua vontade de encerrar a carreira no Tricolor, onde conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro, em 2010 e 2012, um Campeonato Carioca, em 2012, e a Primeira Liga, em 2016. Após deixar o Rio de Janeiro, o jogador nunca balançou as redes contra o time das Laranjeiras.

Fluminense