PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Maurício reprova gritos de tricolores sobre incêndio no Flamengo: "Absurdo"

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

29/01/2020 23h59

Técnico do Sub-20 do Flamengo, Maurício Souza classificou como "absurdo" os gritos da torcida do Fluminense durante o clássico da noite de hoje (29), que lembraram o incêndio no CT Ninho do Urubu, que deixou 10 jovens mortos, para provocarem o rival. A lembrança da tragédia, que aconteceu em fevereiro do ano passado, já havia sido recordada contra Botafogo e Vasco, no Campeonato Brasileiro.

O Tricolor venceu o confronto por 1 a 0, com um gol do meia Nenê. O Rubro-Negro começou o Campeonato Carioca com alguns profissionais que tiveram poucas oportunidades em 2019 e integrantes do elenco Sub-20 porque o grupo principal teve férias até o fim de janeiro, devido à disputa do Mundial de Clubes.

"A gente não controla, o que podemos afirmar é que não há assassinos no Flamengo. O que aconteceu, até hoje, nos machuca. Vai ficar marcado na história do clube. Não controlo o grito da torcida adversária, que tenta de alguma forma ferir a gente com esse absurdo. Eu acho um absurdo. Acho que deveríamos ter um pouco mais de consciência, respeitar mais o que aconteceu, porque foi um trauma para todos nós", disse.

O comandante apontou o que faltou à equipe rubro-negra para sair de campo vitoriosa, mas lembrou que 'entrega' o time para o elenco principal com sete pontos - duas vitórias, um empate e uma derrota.

"Chegou um momento do jogo em que conseguimos construir, mas não conseguimos atacar a última linha do Fluminense. A intenção era dar essa encorpada para conseguir definir as jogadas. Faltou um pouco mais de movimento, ganhar no 'um contra um'. Entregamos o time com 7 pontos, na zona de classificação", ressaltou ele, que completou:

"Acho que não foi o cansaço. Foi um jogo muito corrido, mas acho que não podemos tirar o mérito do Fluminense, que teve problema no início para sair da pressão, mas é um time experiente. Conseguiu cadenciar, fazer o jogo esfriar, tirar o nosso ímpeto".

A partir da próxima rodada, contra o Resende, o técnico Jorge Jesus reassume o comando da equipe e, inclusive, deve utilizar alguns jogadores do grupo principal. Maurício e alguns jogadores retornam para o Sub-20.

"Saio extremamente satisfeito com o que a equipe produziu na maior parte dos jogos. Confrontos pesados com equipes mais fortes fisicamente".

Flamengo