PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG recua após investida e espera definição sobre jovem do Talleres

Nahuel Bustos, atacante do Talleres e da seleção pré-olímpica da Argentina - Jaime Lopez/Jam Media/Getty Images
Nahuel Bustos, atacante do Talleres e da seleção pré-olímpica da Argentina Imagem: Jaime Lopez/Jam Media/Getty Images

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

29/01/2020 12h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG não desistiu de Nahuel Bustos, atacante de 21 anos do Talleres, da Argentina. Porém, trata a situação com a devida cautela
  • O pedido inicial é de 10 milhões de euros (R$ 46,3 milhões) por 70% dos direitos do atleta. O valor é tido como fora da realidade dos mineiros
  • A oferta do Galo seria de 7 milhões de euros (R$ 32,4 milhões), de acordo com Andrés Fassi, presidente do Talleres. Mas o acordo foi descartado
  • O que o clube mineiro faz é aguardar a situação para que o Talleres fique sem possibilidades de negócio na janela de transferências
  • A diretoria sabe que é difícil contratar o nome pagando o valor pedido pelos argentinos. Por isso, não houve novas conversas
  • O Galo aguarda a manifestação de estrangeiros, com maior poderio financeiro, para saber se terá condição de retomar as conversas em fevereiro

O Atlético-MG não desistiu de Nahuel Bustos, atacante de 21 anos do Talleres, da Argentina. Porém, trata a situação com a devida cautela no mercado da bola. O pedido inicial do clube é de 10 milhões de euros (R$ 46,3 milhões) por 70% dos direitos econômicos do atleta. O valor é considerado fora da realidade dos mineiros, que estão em compasso de espera para tentar uma nova cartada pelo jogador.

A primeira oferta do Galo seria de 7 milhões de euros (R$ 32,4 milhões), de acordo com Andrés Fassi, presidente do Talleres. O montante, entretanto, foi descartado pelos argentinos. O que o clube mineiro faz é aguardar a situação para que o Talleres fique sem possibilidades de negócio neste início de ano. Lembrando que o São Paulo foi outro clube brasileiro a averiguar as condições para aquisição do argentino, seguindo sugestão do técnico Fernando Diniz. Os valores pedidos também assustaram.

O UOL Esporte apurou que o departamento de futebol atleticano fez apenas um contato inicial com os argentinos, sinalizando a intenção de apresentar uma oferta de 7 milhões de euros. No entanto, a diretoria sabe que é difícil contratar o nome pagando o valor pedido pelos argentinos. Por isso, não houve novas conversas.

O Galo aguarda a manifestação de clubes estrangeiros, com maior poderio financeiro, para saber se terá condição de retomar as conversas em fevereiro, quando já estará encerrada a janela de transferências.

Andrés Fassi, mandatário do Talleres, informou que há outros interessados em contar com o jogador no mercado da bola: "As opções são um [time] da Alemanha, um da MLS (Major League Soccer) e um do Brasil. Os alemães aceitam pagar esse montante, mas querem deixar apenas 15% dos direitos conosco, queremos ficar com 30%. Dessa forma, estamos conversando sobre a situação. Esperamos que um dos três possa chegar ao que queremos, mas parece que eles não querem. Talvez, possamos esperar a janela de julho, porque há mais dinheiro no mercado e mais clubes que buscam jogadores", afirmou ao UOL Esporte.

Atlético-MG