PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG se reúne e conta com Dudamel para tentar manutenção de Cazares

Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, pode se transferir neste mercado da bola - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, pode se transferir neste mercado da bola Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

27/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG conta com Dudamel para acertar a manutenção de Cazares. O novo técnico tenta convencê-lo de que a melhor alternativa é seguir na equipe
  • Haverá uma nova reunião na tarde de hoje para tratar a negociação do meia. Ele tem uma oferta de R$ 11,7 milhões do Al-Ain
  • O treinador já disse à cúpula que gostaria de manter o equatoriano no Galo. A intenção é formar um time que jogue em prol do camisa 10
  • Dudamel, contudo, sabe que a diretoria está pressionada pelo estafe do equatoriano para uma possível saída. Cazares tem contrato até o fim de 2020
  • Cazares e seus representantes têm a ideia de que houve um desgaste natural no Atlético, sobretudo pelo tempo de clube. Ele chegou em janeiro de 2016

O Atlético-MG conta com Rafael Dudamel para acertar a manutenção de Juan Cazares no elenco em 2020. Liberado dos treinos para realizar um procedimento oftalmológico, o jogador já informou que gostaria de se transferir para o Al-Ain, que apresentou uma proposta de US$ 2,8 milhões (R$ 11,7 milhões). O novo técnico do clube, porém, tenta convencê-lo de que a melhor alternativa é seguir na Cidade do Galo. Haverá uma nova reunião na tarde de hoje para tratar a negociação do meia.

O venezuelano informou ao departamento de futebol do clube, liderado por Rui Costa, que gostaria de manter o meia-atacante no plantel durante a temporada. Ele gostaria de formar um time que jogue em prol do camisa 10. No entanto, sabe que a diretoria está pressionada pelo estafe do equatoriano para uma possível saída.

Cazares e seus representantes tiveram uma conversa com a cúpula atleticana e deixaram claro que o intuito é acertar a transferência neste mercado da bola. Há a ideia de que houve um desgaste natural do jogador na Cidade do Galo, sobretudo pelo tempo de clube. Ele chegou a Belo Horizonte em janeiro de 2016.

A chance de faturar mais em um novo contrato também atrai o jogador de 27 anos. Ele crê que este pode ser a sua chance de fazer a independência financeira com o futebol.

Cazares tem vínculo até o fim de 2020 no clube. Ele pode assinar um pré-contrato a partir de julho. A proposta é para que ele deixe o clube até o fim deste mês, quando acaba a janela de transferências árabe. O Galo pediu três milhões de euros (R$ 13,9 milhões) para liberá-lo, o que foi recusado pelos árabes. Se não houve acordo, o Al-Ain já sinalizou com a intenção de pagar US$ 2,8 milhões (R$ 11,7 milhões) como luvas para que o atleta faça um pré-acordo no meio do ano.

Atlético-MG