PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Há cinco anos na China, Hulk pode iniciar sua última temporada no país

Hulk defende o Shanghai SIPG, da China, desde 2016 - AFP
Hulk defende o Shanghai SIPG, da China, desde 2016 Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

24/01/2020 04h00

O atacante Hulk pode iniciar em 2020 sua última temporada no futebol chinês. Em seu quinto ano no Shanghai SIPG, onde é um dos principais destaques da equipe, ele tem contrato apenas até dezembro, com opção de renovar por mais uma temporada.

Com o vínculo se aproximando do final, o jogador de 33 anos já vê seu nome especulado em outros centros. No final do ano passado, a imprensa espanhola noticiou que ele poderia ser alvo de uma investida do Espanyol, que luta contra o rebaixamento. Mas o diretor esportivo do time catalão, Rufete, descartou a contratação do brasileiro citando os altíssimos salários envolvidos.

Um dos primeiros jogadores a rumar para a China quando o mercado do país passou a investir pesado na contratação de estrangeiros, Hulk conquistou dois títulos pelo Shanghai SIPG: o campeonato nacional, em 2018, e a Supercopa da China, em 2019. Ele tem como companheiro de equipe o brasileiro Oscar, que também tem contrato só até o final deste ano.

Recentemente, após declarar ser torcedor do Palmeiras, Hulk afirmou que gostaria de jogar na equipe alviverde no futuro. Revelado pelo Vitória, da Bahia, ele fez poucos jogos como profissional no Brasil antes de sair para o Kawasaki Frontale, do Japão. A carreira do atleta foi praticamente toda feita no exterior, passando também por Consadole Sapporo (JAP), Tokyo Verdy (JAP), Porto (POR) e Zenit (RUS).

A China, aliás, introduziu uma nova regra de teto salarial para a atual temporada. Os jogadores estrangeiros poderão receber no máximo 3 milhões de euros por ano (cerca de R$ 13,8 milhões). Por outro lado, o limite de estrangeiros por equipe foi aumentado: seis por elenco, sendo que cinco podem ser relacionados para cada jogo e quatro podem estar em campo ao mesmo tempo.

Futebol