PUBLICIDADE
Topo

Estrela em clássico sem TV, radialista Garotinho crê em acordo Fla e Globo

Locutor de rádio José Carlos Araújo, o Garotinho, foi uma das referências no Vasco x Fla sem transmissão de TV - Bruno Braz / UOL Esporte
Locutor de rádio José Carlos Araújo, o Garotinho, foi uma das referências no Vasco x Fla sem transmissão de TV Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/01/2020 12h00

Classificação e Jogos

Sem transmissão de TV, fruto de uma falta de acordo entre Flamengo e Rede Globo, coube ontem (22) aos lendários narradores do rádio carioca José Carlos Araújo (Tupi) e Luiz Penido (Globo) serem as figuras mais icônicas para levar as emoções do clássico entre o Rubro-Negro e o Vasco aos torcedores que não puderam comparecer ao Maracanã na vitória do clube da Gávea por 1 a 0, pela 2ª rodada da Taça Guanabara.

Referência ao longo de décadas na locução, José Carlos Araújo, o "Garotinho", recebeu o UOL Esporte em sua cabine antes do jogo e deixou claro não acreditar que o impasse entre Flamengo e a TV Globo perdurará por muito tempo:

"Acho que esse impasse entre Flamengo e Globo vai ser superado já, já. Porque o Flamengo não pode viver sem a TV Globo, e a Globo não pode viver sem o Flamengo. A visibilidade da propaganda da camisa depende muito da transmissão", avalia.

Firme, forte e adaptado aos avanços da tecnologia, Garotinho viu poucas diferenças em ser uma das "estrelas solitárias" a detalhar o passo a passo do que aconteceria minutos depois dentro de campo. Em sua avaliação, o rádio se tornou um complemento da televisão, ganhou expansão ao se aliar à internet e não foi abandonado pelos seus fieis seguidores:

"Eu acho que o público que é fiel ao rádio, se mantém o tempo todo. Até quando vê o jogo pela televisão, acha que o rádio dá mais emoção. Então ele tem o rádio como complemento daquilo que ele vê na televisão. E hoje a audiência do rádio não se limita ao aparelhinho velho. Há os aplicativos, a internet... O universo nosso de audiência cresceu muito com a tecnologia. Hoje o cara está nos EUA, na China, e está me ouvindo e o tempo todo, interagindo. Sejam nas plataformas da rádio ou as minhas pessoais", disse.

Apesar do otimismo de Garotinho, um possível acordo entre Flamengo e TV Globo, até o momento, é difícil. O clube, inclusive, já informou aos seus patrocinadores os motivos que o levaram a tomar essa decisão.

Clubes aumentam audiência em suas TV's; Fla pode ter sido hackeado

Além das rádios e dos "tempos reais" de sites esportivos, como o Placar UOL, as outras possibilidades para os torcedores acompanharem o clássico foram as TV's oficiais dos clubes.

Mesmo sem as imagens do jogo, a "Vasco TV" e a "Fla TV" disponibilizaram narradores, comentaristas e garantem terem obtido grande audiência.

"Tivemos bons números nesta partida contra o Flamengo. Foi uma das maiores audiências", disse ao UOL Esporte o diretor de comunicação do Vasco, Mário Vassallo.

Já a Fla TV, mesmo tendo alcançado bons números, conviveu com problemas. Antes de a bola rolar, as imagens do Maracanã foram interrompidas por outra de um culto religioso. A inesperada cena durou cerca de três minutos e o clube ainda não diagnosticou o problema de forma precisa, mas admite que que pode ter sido hackeado.

Flamengo