PUBLICIDADE
Topo

Dirigente do Palmeiras vai a Curitiba para acelerar conversa por Rony

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/01/2020 18h49

O Palmeiras deu um passo decisivo para contar com o atacante Rony, do Athletico. Na tarde de hoje (22), o diretor de futebol Anderson Barros viajou até Curitiba para acelerar a conversa sobre a contratação do jogador, destaque do título da Copa do Brasil de 2019. A informação foi publicada pelo Globoesporte.com e confirmada pelo UOL Esporte com pessoas ligadas à diretoria alviverde.

Anderson Barros assumiu a responsabilidade pela negociação e se dirigiu à capital paranaense para aproximar-se de um acordo pelo camisa 7 do Athletico. O Palmeiras foi o único clube a apresentar uma proposta formal aos paranaenses.

A viagem ocorre no dia da estreia do Palmeiras no Paulistão, diante do Ituano, em Itu — o presidente Maurício Galiotte está na cidade do interior para acompanhar o primeiro compromisso palmeirense na competição estadual.

O camisa 7 do Athletico é o primeiro jogador que o Palmeiras buscou diretamente no mercado. Nesta temporada, o clube alviverde adotou uma postura mais ponderada, priorizando uma redução na própria folha salarial e de próprio elenco.

O Athletico estima que os 100% dos direitos econômicos de Rony valem 12 milhões de euros (R$ 55 milhões). Esta proposta, entretanto, está descartada por parte do Palmeiras, que evitará qualquer "loucura" para fechar o negócio e tenta reduzir a pedida dos paranaenses.

A conversa atual trata de 50% destes direitos, mais ou menos R$ 27 milhões, para o atleta deixar Curitiba. Ao mesmo tempo, o Palmeiras observa o atacante definir questões jurídicas do atual contrato com o Athletico para avançar. Há divergência sobre esta divisão entre o estafe do atacante e a diretoria rubro-negra.

Palmeiras