PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro ainda negocia rescisão, mas libera T. Neves para buscar outro time

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/01/2020 17h32

A rescisão de contrato entre Cruzeiro e Thiago Neves ainda não está sacramentada, mas um passo importante foi dado nesta terça-feira (21). As duas partes se encontraram em uma audiência de conciliação e esboçaram o início de um acordo que poderá acontecer em breve. O meia, no entanto, já está liberado para procurar um novo clube neste mercado da bola.

De acordo com Kris Brettas, superintendente jurídico do Cruzeiro, a audiência transcorreu bem, mas as partes ainda não colocaram um ponto final no imbróglio. O Cruzeiro propôs que Thiago permanecesse no clube, mas o jogador alegou falta de segurança em Belo Horizonte e recusou qualquer tipo de permanência.

"O atleta pediu sua liberação, o clube entendeu a necessidade do atleta de procurar outro clube e trabalhar. O clube resolveu liberá-lo dos direitos federativos, mas isso não significa uma rescisão do contrato, pois isso ainda será discutido. O Cruzeiro não reconhece a culpa, mas o caso ainda irá prosseguir e as partes ainda tentarão chegar a um acordo", disse o superintendente, se referindo ao processo contra o clube em que Thiago Neves pede a rescisão unilateral do contrato.

Desta forma, essa ação de Thiago Neves contra o Cruzeiro seguirá aberta. No final do ano passado, o meia colocou o time mineiro na Justiça cobrando cerca de R$16 milhões, além de pedir o fim do vínculo. A dívida seria referente aos atrasos de salários, direitos de imagem, FGTS e outras pendências não pagas pela diretoria celeste. Uma outra audiência de conciliação está marcada para o mês de fevereiro, quando o Cruzeiro terá a chance de se defender. Enquanto isso, outros clubes aguardam o desfecho da situação. Dois deles são os gigantes Boca Juniors e River Plate, que já mostraram interesse em contar com o atleta em 2020.