PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG avança por Guilherme Arana; conversa com Palmeiras esfria

Emilio Andreoli/Getty Images
Imagem: Emilio Andreoli/Getty Images

José Edgar de Matos, Ricardo Perrone e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG)

21/01/2020 14h18

O futuro do lateral-esquerdo Guilherme Arana no mercado da bola está ligado ao futebol brasileiro. Sem espaço na Atalanta, clube no qual começou a temporada emprestado, o jogador tem conversas adiantadas para reforçar o elenco do Atlético-MG em 2020. A negociação com o Palmeiras, desta forma, esfriou.

Segundo apurou o UOL Esporte, o Atlético surge como favorito para levar o lateral esquerdo por empréstimo. Os mineiros toparam as condições impostas pelo Sevilla para avançar na negociação pelo ex-jogador do Corinthians. Os espanhóis querem recuperar parte do investido no fim de 2017, cerca de 10 milhões de euros (R$ 38,8 milhões, na época).

A conversa com o Palmeiras esfriou justamente pelas condições de compra impostas pelo Sevilla. Mais prudente no mercado de 2020 e com objetivo claro de aliviar a própria folha salarial, o clube alviverde não aceitou a primeira resposta do time espanhol e se afastou do negócio.

O clube alviverde, protagonista nos últimos anos do mercado da bola, passou a acelerar as conversas por reforços recentemente, como no caso de Rony, do Athletico. Somente peças que "chegam para fazer a diferença" serão priorizadas pelos lados da Academia de Futebol.

Neste período, o Atlético-MG avançou. O clube mineiro conta com o aporte da MRV Engenharia para fazer o negócio e atender as exigências do Sevilla. Na última sexta-feira, o Galo enviou um representante à Espanha para avançar nas conversas pelo jogador.

O departamento de futebol atleticano busca um lateral desde o fim da última temporada. Hoje, Fábio Santos é o titular da posição, que conta também com o uruguaio Lucas Hernandez e o jovem Hulk.

Sem espaço no Atalanta e, principalmente, no Sevilla, Guilherme Arana e seu estafe realizam uma operação para reinserir no mercado brasileiro o lateral campeão brasileiro pelo Corinthians em 2017.

Ao todo, oito clubes, sem a presença dos corintianos, se mostraram interessados no âmbito esportivo de contar com o lateral no elenco. Entretanto, os valores exigidos pelo Sevilla afastaram a concorrência; a exceção é o Atlético-MG, que pode contar em breve com o ala de 22 anos.

Futebol