PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Grêmio busca empate, mas perde Recopa Gaúcha para o Pelotas nos pênaltis

Ferreira, meia-atacante do Grêmio, tenta jogada contra o Pelotas na Recopa Gaúcha - Max Peixoto/Federação Gaúcha de Futebol
Ferreira, meia-atacante do Grêmio, tenta jogada contra o Pelotas na Recopa Gaúcha Imagem: Max Peixoto/Federação Gaúcha de Futebol

Do UOL, em Porto Alegre

19/01/2020 18h12

O Grêmio perdeu a Recopa Gaúcha para o Pelotas. Hoje (19), com time B, o clube gremista chegou a buscar empate por 1 a 1 no tempo normal, mas foi superado nos pênaltis: 5 a 4. Mateus Santana e Ferreira fizeram os gols no estádio Boca do Lobo antes das penalidades.

Nos pênaltis, Tato, Felipe Guedes, Juliano, Mateus Santana e Tadeu converteram para o Pelotas. Darlan, Frizzo, Isaque e Ruan marcaram para o Grêmio. Rodrigues, o terceiro jogador gremista a cobrar, parou nas mãos do goleiro Douglas.

Pelotas e Grêmio voltam a campo na quarta-feira (22), às 20h (horário de Brasília), na primeira rodada do Gauchão. O clube de Pelotas recebe o Novo Hamburgo e o time gremista joga com o Caxias, na Arena do Grêmio.

Quem foi bem: Ferreira

Camisa 7 do Grêmio flertou com o rótulo de fominha por exagerar em jogadas individuais - soma de arrancadas e dribles. Mas foi dele o gol gremista na reta final do segundo tempo. Oportunista, de cabeça, do outro lado da área e no contrapé do goleiro.

Quem foi mal: Rodrigues

Zagueiro estava no lance do gol do Pelotas, falhou ao lado dos companheiros, na marcação e perdeu pênalti na disputa final. Deixou o gramado chorando pelo erro nas penalidades.

Felipe Guedes ganha título após polêmica

Aos 28 anos, meia fez a diferença e justificou o clássico entre Brasil-PEL e Pelotas nos bastidores ao longo de dezembro. O Xavante chegou a anunciar Felipe Guedes oficialmente, mas o jogador acabou assinando contrato na Boca do Lobo.

Bicampeão em cima da dupla Gre-Nal

Com a vitória, o Pelotas chega ao bicampeonato da Recopa Gaúcha e as duas conquistas foram diante da dupla Gre-Nal. A primeira taça do clube da zona sul foi obtida em 2014, contra o Internacional. Também na Boca do Lobo, os jovens colorados levaram 3 a 2 de virada.

Pelotas explora bola parada e longa

O Pelotas foi honesto com ele mesmo. O time da zona sul não quis duelar na técnica e esperou o Grêmio dar espaços. Foi dominado na posse e perdeu disputas contra os jovens, mas aos poucos equilibrou na base da experiência e ainda foi preciso em bolas longas e bolas paradas.

Grêmio domina, mas faz gol é no abafa

Mais posse, boas chances e nenhum gol. O Grêmio fez um primeiro tempo que o credenciou para vitória, mas faltou frieza para traduzir os melhores momentos em campo em vantagem. Em 15 minutos, o time gremista criou três ótimas chances para abrir o placar e perdeu todas.

O segundo tempo do Grêmio foi diferente. O domínio acabou sendo menor e os riscos, pelos espaços cedidos ao Pelotas, maior. A jornada fraca de Darlan, Varela e Patrick ajudou a deixar o time previsível. A entrada de Da Silva fez o time migrar para o abafa e assim veio o empate, em jogada de linha de fundo.

FICHA TÉCNICA
PELOTAS 1 (5) X (4) 1 GRÊMIO

Data: 19/01/2020 (domingo), às 16h (de Brasília)
Local: estádio Boca do Lobo, em Pelotas (RS)
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Auxiliares: Maurício Penna e André Bittencourt
Cartões amarelos: Felipe, Mateus Santana, Jean Roberto, Tadeu (PEL); Ruan (GRE)
Gols: Mateus Santana, aos 16 minutos do primeiro tempo (PEL);

PELOTAS: Douglas; Osvaldir, Negretti, Felipe e Juliano Tatto; Felipe Guedes, Mateus Santana, Jean Roberto (Gabriel) e Juliano; Hugo Almeida (Tadeu) e Hugo Sanches (Jô)
Técnico: Picoli

GRÊMIO: Brenno; Felipe, Ruan, Rodrigues e Guilherme Guedes; Varela (Da Silva), Darlan, Jonatha Robert (Frizzo), Patrick (Guilherme Azevedo) e Ferreira; Isaque
Técnico: Thiago Gomes

Futebol