PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Oeste elimina São Paulo e é o 'azarão' nas semifinais da Copinha

Lance da partida entre São Paulo e Oeste pela Copinha - Divulgação/Oeste
Lance da partida entre São Paulo e Oeste pela Copinha Imagem: Divulgação/Oeste

Do UOL, em São Paulo

18/01/2020 23h36

Atual campeão e favorito no último confronto de quartas de final da Copa São Paulo de juniores de 2020, o São Paulo enfrentou o Oeste na Arena Barueri e não conseguiu corresponder às expectativas, já que perdeu por 2 a 1 e foi eliminado do maior torneio de juniores do país.

Com isso, o Oeste se torna o "intruso" nas semifinais da competição, para desafiar outros três semifinalistas —equipes com grande tradição e conquistas nacionais: Corinthians, Grêmio e Internacional.

O jogo, que teve presença marcante da torcida do São Paulo, foi marcado por forte equilíbrio e por chances reais de gol para ambos os lados, principalmente na primeira etapa. O time rubro-negro foi mais eficiente, especialmente em seu sistema defensivo.

Agora, o Oeste foca suas atenções para o confronto diante contra o Grêmio, que se classificou para a semifinal da copinha após eliminar o Vasco, nos pênaltis, após empate por 1 a 1.

Quem foi bem: Maia

O atacante do São Paulo foi o jogador mais lúcido da equipe e foi fundamental para a equipe criar quando o time tinha a posse de bola. No primeiro tempo, ficou muito perto de marcar o segundo gol do tricolor, já que um dos chutes acertou o travessão e outro passou muito perto da trave esquerda do goleiro do Oeste.

Quem foi mal: Sistema defensivo do São Paulo

O sistema defensivo do São Paulo teve muitas dificuldades com os rápidos atacantes e meias do Oeste. Logo no começo, gol sofrido em bola área, sendo que aos 36 minutos a equipe da casa quase marcou novamente da mesma forma. Além disso, o torcedor tricolor teve que contar com a sorte quando o adversário roubava a bola e partia em contra-ataque, achando espaços no miolo de zaga formado por Matheus e Fasson.

Apesar de alguns momentos sólidos, a defesa errou feio no lance do segundo gol do Oeste, lance que foi fatal para a eliminação dos defensores do título.

Atuação do Oeste

Mesmo com menos "expressão" e tradição que o adversário deste sábado, a equipe do Oeste não se intimidou com a torcida adversária e fez uma partida de igual a igual com o São Paulo, incomodando muito com contra-ataques rápidos e passes dinâmicos no meio campo quando recuperava a posse de bola.

Atuação do São Paulo

A equipe comandada pelo técnico Orlando Ribeiro jogou como nas partidas anteriores, com muita intensidade e variedade na criação de jogadas ofensivas. No entanto, a forte reação do Oeste nos contra-ataques e nas bolas aéreas fizeram com que o São Paulo terminasse o primeiro tempo sem ter ficado um minuto na frente do marcador, pressionando cada vez mais o time da capital.

Tricolor perde chance do inédito bicampeonato

A derrota diante do Oeste acabou com o sonho do torcedor do São Paulo de conquistar a Copa São Paulo de juniores de maneira consecutiva, já que os títulos até então foram em 1993, 2000, 2010 e 2019.

A História do Jogo

O jogo começou com o São Paulo pressionando e sufocando a defesa do Oeste, com jogadas de velocidade pelas laterais do campo. No entanto, os cinco minutos iniciais de controle do tricolor não funcionaram, já que o adversário abriu o placar logo aos seis minutos, após Douglão aproveitar cruzamento e estufar as redes do goleiro Matheus Cunha.

Apesar de ser uma competição de equipes juniores, o atual campeão da competição mostrou maturidade para manter o estilo de jogo e conseguiu chegar ao empate pouco tempo depois, aos 14 minutos, quando Mateus cabeceou sem chances para o arqueiro do Oeste.

O jogo continuou elétrico mesmo com os dois gols marcados no ínício e as duas equipes tiveram chances de fazer o segundo: aos 17 minutos, Welliton cabeceou para fora, sem nenhuma marcação por perto e aos 26 Maia acertou o travessão, após bela jogada de Juan, sendo que o atacante também perdeu chance clara aos 40 minutos.

Na segunda etapa, o jogo continuou bastante intenso, e as duas equipes tiveram oportunidades de estufar novamente as redes adversárias. Só que foi apenas aos 29 minutos que o jogo foi decidido a favor do Oeste. Na ocasião, a defesa do São Paulo errou feio na marcação e Reifit precisou apenas empurrar para marcar o gol da classificação surpreendente dos donos da casa.

A Torcida

Os torcedores do São Paulo compareceram em grande público na Arena Barueri e deixaram poucos espaços vazios no estádio. A presença marcante da torcida tricolor não foi reservada apenas para este confronto, já que o time contou com bons públicos desde o início da competição de juniores.

Ficha Técnica
Oeste 2 x 1 São Paulo

Quartas de final da Copa São Paulo de juniores
Local:
Arena Barueri, em Barueri (SP)
Árbitro: João Augusto Mariano de Oliveira
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Denis Matheus Afonso Ferreira
Cartões Amarelos: Reifit (Oeste); Matheus (São Paulo)
Gol: Douglão, aos seis minutos e Matheus aos 14 minutos do primeiro tempo; Reifit, aos 29 minutos do segundo tempo

Oeste: Márcio; Biel, Erivan, Douglão e Luan; Brunão, Rivaldo (Dudu) e Diogo; Welliton, Reifit e Tite (Kauã). Técnico: Mirandinha

São Paulo: Matheus Cunha; Sena (Nathan), Matheus (Talles Costa), Fasson e Welington (Patrick); Marcos Jr, Gabriel Falcão (Rodrigo Nestor) e Antonio Falcão (Kevin); Galeano, Maia e Juan. Técnico: Orlando Ribeiro

Futebol