PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Grêmio cede empate, mas vence Vasco nos pênaltis e vai à semi da Copinha

WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: WILIAN OLIVEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em Porto Alegre

18/01/2020 19h10

Classificação e Jogos

O Grêmio está na semifinal da Copa São Paulo. Hoje (18), o time gaúcho eliminou o Vasco depois de empate por 1 a 1 no tempo normal e vitória nos pênaltis, por 4 a 3. A partida em Mogi das Cruzes foi recheada de grandes oportunidades de gol do início ao fim.

Agora, o clube gremista aguarda o vencedor de Oeste e São Paulo para conhecer o novo adversário.

No tempo normal, o Grêmio saiu na frente com Rildo e o Vasco empatou com Arthur. Os dois gols saíram no segundo tempo, mas durante todo o confronto houve chances claras.

Nos pênaltis, o Vasco perdeu dois pênaltis. MT chutou por cima e Caio parou nas mãos do goleiro Adriel. O Grêmio acertou todas as cobranças e nem precisou executar a quinta.

Quem foi bem: Rildo

Camisa 11 do Grêmio abriu o placar no tempo normal com um bonito chute colocado. Durante a partida, conseguiu aliar dribles rápidos com profundidade e ajudou o time gaúcho a ser levemente superior em mais de um momento.

Quem decepcionou: Luan e Fabrício

Os dois atacantes perderam chances incríveis no segundo tempo. Luan saiu cara a cara com Adriel e bateu muito embaixo da bola. Fabrício desviou a bola no susto, dentro da pequena área, e fez ainda pior.

Jogo aberto, gols mais tarde

Um primeiro tempo de muitas chances de gol. Tanto Vasco, quanto Grêmio conseguiram criar, mesmo dentro de um duelo equilibrado e de troca de controle do duelo. Faltou aos dois times, no entanto, pontaria para abrir o placar ainda no primeiro tempo.

O Vasco perdeu gol dentro da pequena área depois de boa jogada pela direita. Ainda viu Vinicius acertar o travessão em chute de longe. O Grêmio respondeu com Pedro Lucas, depois de cruzamento da direita, e conclusão de Rildo da intermediária.

No segundo tempo a partida se tornou ainda mais franca. Com lá e cá a todo momento, as defesa passaram a ser pressionadas. Aos 11, Elias iniciou a jogada que chegou a Rildo dentro da área. Livre, o camisa 11 teve tempo para ajeitar e chutar no contrapé do goleiro.

O Vasco poderia ter empatado cinco minutos depois, com Luan. Mas o atacante chutou por cima do gol mesmo ao sair cara a cara com o goleiro do Grêmio. A igualdade, entretanto, só chegou aos 30 minutos. Arthur aproveitou a sobra dentro da área e executou forte.

Para o Grêmio, o empate foi ruim. E a chance perdida por Fabrício, aos 42 minutos, foi pior. Dentro da área, o atacante errou o desvio depois de escanteio que passou por todo mundo.

Expulsão nos pênaltis

Diego Rosa, campeão mundial sub-17 com a seleção brasileira, foi o primeiro a cobrar para o Grêmio na disputa de pênaltis. Depois de marcar, o camisa 8 fez gesto de 'silêncio' e a arbitragem aplicou amarelo. Como foi o segundo, o volante acabou expulso para revolta dos gremistas.

100% contra dois erros

O Vasco abriu a disputa de pênaltis com Miranda e converteu gol. Diego Rosa empatou; MT chutou com muita força e mandou por cima a segunda penalidade do Vasco, então o time gaúcho passou à frente com Alison. Na sequência, Luan marcou para o Vasco e Vanderson para o Grêmio. Juninho balançou as redes para o cruzmaltino e Fernando fez o quarto gol gremista. Caio cobrou o quinto pênalti do Vasco e Adriel pegou. Final: 4 a 3.

Futebol