PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Corinthians volta a campo encantado com um setor e temeroso com outro

Jogadores do Corinthians celebram gol marcado contra o New York City na última quarta-feira, em Orlando - Rafael Ribeiro/Florida Cup
Jogadores do Corinthians celebram gol marcado contra o New York City na última quarta-feira, em Orlando Imagem: Rafael Ribeiro/Florida Cup

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/01/2020 04h00

O Corinthians volta a campo na Florida Cup, diante do Atletico Nacional, da Colômbia, hoje (18), às 19h30 (de Brasília), no Exploria Stadium, com empolgações e preocupações. Após estreia na temporada 2020, com vitória por 2 a 1 contra o New York City, o técnico Tiago Nunes e companhia ficaram encantados com o desempenho do meio-campo alvinegro.

Em contrapartida, os corintianos estão com o 'sinal de alerta' ligado em relação ao ataque. Sem contratar nenhum reforço para o setor após a frustrada negociação com Michael, ex-Goiás e que acertou com Flamengo, o Corinthians viu um desempenho discreto de seus atacantes no primeiro jogo da temporada. Ainda está cedo, mas as dúvidas já remetem ao que testemunharam no ano passado.

Janderson, uma das poucas opções de velocidade de um contra um no elenco corintiano, foi o mais apareceu entre os atacantes, mas nada que arrancasse suspiros da torcida. Além disso, Boselli teve atuação apagada, enquanto o meia Ramiro, valioso taticamente, gosta de fechar por dentro, sem apresentar nenhuma característica de um atacante, mesmo atuando aberto na direita.

Se não bastasse, os reservas que atuaram no segundo tempo pouco fizeram no jogo. Mateus Vital, que jogou na vaga de Janderson, foi o que mais apareceu. Porém é outro meio-campista que busca o meio e não investe em jogadas de profundidade.

O jovem Davó, ex-Guarani, tampouco produziu e nem completou o segundo tempo. Ele foi sacado para a entrada de outro garoto, Madson, atacante revelado nas categorias de base do Timão.

O meio-campo, por sua vez, empolgou Tiago Nunes. Além de Luan, que brilhou na estreia com dois belos gols —um deles em cobrança de falta—, o treinador ficou encantado com o futebol apresentado pelo volante Victor Cantillo, atleta contratado para ser o chamado "box to box" do time, termo utilizado no futebol inglês para definir o jogador que atua de área para área, com dinâmica.

"Feliz estou, contar com tantos jogadores de qualidade. Brinquei com Luan que já me deu muito trabalho contra, é bom tê-lo a favor. Mas requer tempo de entrosamento para o time se conectar melhor, como cada um quer receber a bola, as características. Mas fiquei satisfeito pelo rendimento deles. Cantillo precisa de adaptação, vinha num ritmo mais lento de jogo, tem ações um pouco mais lenta, mas tem refino técnico absurdo, quando estiver mais entrosado vai potencializar seu futebol. Feliz com todos", afirmou Tiago Nunes.

FICHA TÉCNICA:
Corinthians x Atletico Nacional

Data e Horário: 18 de janeiro de 2020, às 19h30 (horário de Brasília)
Local: Exploria Stadium, em Orlando (EUA)
Árbitro: Matthew Miscannon (EUA)
Assistentes: Matthew Osterhouse (EUA) e Miguel Martes (EUA)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Lucas Piton; Camacho e Victor Cantillo; Ramiro, Luan e Janderson; Mauro Boselli.
Técnico: Tiago Nunes

ATLÉTICO NACIONAL: Aldair Quintana; Helibelton Palacios, Diego Braghieri, Christian Mafla e Daniel Muñoz; Sebastian Gómez, Andrés Andrade e Neyder Moreno; Vladimir Hernández, Baldomero Perlaza e Fabián González.
Técnico: Pompilio Páez

Futebol